Um brinde ao Bronco

Cristina Padiglione

27 Setembro 2006 | 15h46

Faz um ano, bem hoje, que Ronald Golias partiu para divertir outra platéia.
Bem hoje, e coincidências assim não existem, a Record completa 53 anos de vida. Não aquela Record cheia de originalidade que abriu as portas para Golias, Jovem Guarda, Festivais de Música e outras pérolas. A Record de Edir Macedo em nada se parece com a de Paulo Machado de Carvalho.
Mas, como nada na TV de hoje se compara à de 50 anos atrás, preto-e-branca, sim, mas funcionando à base de chiados e daquele bombril espetado na antena, segue aí um clipezinho do passado, graças à palha de aço dos novos tempos, a banda larga.