OAB para Helena

Cristina Padiglione

04 Novembro 2006 | 18h42

Ruth Helena Bellinghini faz pergunta pertinente sobre as Páginas da Vida do Manoel Carlos na Globo:

“Será que o Manoel Carlos pode dar uma explicação sensata para o fato de a chorosa Helena, mulher bem informada, com bons amigos, formada, ainda não ter consultado um advogado para saber se corre risco de perder a bendita filha adotada?

Esse sujeito não diz que escreve novelas com personagens próximos do real? Pois é, não é o que faria uma pessoa com um pingo de bom senso?

Ou ele nunca viu aquele adesivo nos carros: OAB – CONSULTE UM ADVOGADO!!!!!!
E a consulta ao advogado é uma questão de coerência. A Tal Helena seguiu todos os passos legais para adotar a filha. Se a avó Lilia Cabral mentiu dizendo que a menina morreu ela não tem nada com isso. Ela adotou a menina de boa fé. Eu consultaria um advogado. Qualquer pessoa sensata e preocupada faria o mesmo no lugar de se arrastar capítulo a capítulo com aquele cabelo dos anos 80 e aquele ar de mater dolorosa….”