SBT implode o B.O.: 13 foram demitidos hoje

Cristina Padiglione

03 de janeiro de 2011 | 20h53

O Boletim de Ocorrência, dito B.O., já saiu de cena no SBT.
O programa, que deveria ter sido reformado, inclusive no nome, há menos de dois meses, quando Roberto Cabrini se recusou a apresentá-lo, representa a primeira extinção da nova gestão de Daniela Beyrutti, filha de Silvio Santos, à frente da direção de programação da casa.

O fim do programa, considerado por muitos uma vergonha para a emissora, foi comemorado por pouco tempo. Logo veio uma lista de demissões, por enquanto com 13 nomes, incluindo um remanejamento inesperado – uma repórter experiente do jornal da noite foi dispensada para que sua vaga acomodasse uma repórter novata antes abrigada pelo B.O.

Outros profissionais, 4 ou 5, conseguiram migrar para outros programas da casa, ainda em caráter provisório.
No departamento de jornalismo, a sensação é de que a sangria não parou por aí. Novos cortes são esperados para a semana, incluindo gente do alto comando do setor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.