SBT brinca de Escravos de Jó: a partir do dia 29

Cristina Padiglione

18 de novembro de 2010 | 16h37

Em tese, a receita que o SBT passa a seguir na segunda-feira, dia 29, é a mesma da Band no início de noite: das 18h às 19h30, jornal popular, com participação de todas as praças do País e predomínio de São Paulo e Rio, desde que o crime, e não me entenda mal, compense a audiência nos referidos lugares. Dessa fatia, a última meia hora ficará reservada a noticiário local, sem perder a linha popular.
A seguir, jornal dito sério, com abrangência de política e econômica, por Carlos Nascimento.

Na Band, o pop começa com Datena e vai parar nos braços de Ricardo Boechat ali pelas 19h15.

Mas e o Ratinho, hoje dono da faixa das 18h? Não, ele não vai apresentar o novo jornal. Muda para a faixa das 21h15 com a liberdade de falar o que o horário das 6 lhe restringe. Diz que seguirá mais aquela linha ‘showman’ de auditório, ainda que os famigerados testes de DNA do passado não estejam previstos na pauta do novo programa.

Tudo o que sabemos sobre:

Carlos NascimentoDatenaRatinho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: