RedeTV?

Cristina Padiglione

17 de fevereiro de 2007 | 03h04

Eu sei que eu devia ter mais o que fazer, mas juro que parei 5 minutinhos na RedeTV!, agora há pouco, e fui tomada pelo rubor da vergonha alheia.

CENA 1
A drag queen pergunta à passista se ela “prefere o Tom Maior ou o Tom Menor”. Pede que a dita sambe “pra gente ver”. E o câmera, devidamente instruído, põe a moça em foco, da cabeça às canelas. Afinal, que importância tem o samba no pé, digo, o pé no samba, né mesmo? Vamos de coxas, glúteos e peitos, isso é o que dá, na leitura da emissora, boa imagem.

CENA 2
Entra Nelson Rubens, smoking, gravatinha verde, é carnaval: “Olha só quem acabou de desfilar, ela tá molhadinha!” (Vamos combinar: pior do que ver alguém dizer isso na TV que entra na sua sala é ver que esse alguém é Nelson Rubens, ninguém merece)
Close na Renata Banhara, categoria modelo-e-atriz: “A gente tem que retocar tudo”, ela vai logo respondendo à “repórter” que pergunta se ela não deu lá umas retocadas porque “tá com tudo em cima”…
“Quer ver?”, continua a instigadora de microfone em punho. “Dá só uma viradinha pra gente”. Epa, ela disse “dá uma viradinha”? Pois é. E Renatinha obedece. Close no popozão, de novo sem direito aos pés. Afinal, quanto mais fechado o plano, maior o, o, o… ah, vocês sabem.

CENA 3
Surge um tal de “repórter Japa”, mais entusiasmado que espectador daquelas salinhas de treliça que fazem a festa dos voyeurs nos clubes de suíngue, e canta, ofegante, bobagens e taras para uma “índia”. Ela se ri toda, tadinha. “E essas penas?”, pergunta o sujeito, apontando para os adereços que cobrem os seios da “índia”. “Estão coladas?”, pergunta. “Nããão!”, responde ela, dengosinha. E não é que o tal do japa estica a mão e descobre um dos peitos da risonha mocinha?
Ela finge recato: “Aí”, e cobre-se, sem mágoa.

É que a RedeTV? não se contenta com as fantasias meramente ilustrativas de corpo humano. Quer verborragia maliciosa na boca de seus “repórteres”. Ninguém quer que se disfarce a erotização que bomba na avenida, não. Mas essa dose de mau gosto nos confetes da cobertura, ui, é de vomitar.

Que se troque urgentemente o ponto de exclamação estampado no nome da emissora pelo ponto de interrogação. Vários. O que é aquilo??????

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.