Record se pronuncia sobre saída de Gugu Liberato

Record se pronuncia sobre saída de Gugu Liberato

Cristina Padiglione

07 de junho de 2013 | 17h26

 

 

A Record acaba de distribuir comunicado sobre a saída “amigável” de Gugu Liberato de seus quadros. O texto foi ajustado de comum acordo entre ambas as partes e indica que o apresentador não tem destino certo para qualquer canal de TV neste momento.

Esta colunista cruzou informações de fontes diversas e assegura que o boato sobre uma reunião que Gugu teria já agendada na Globo é absolutamente falso.

Ontem, no frigir das emoções em torno da saída dele da Record, houve quem tentasse “plantar” essa informação, com o mais puro interesse em instigar em Silvio Santos a vontade de levar Gugu de volta ao SBT, nada além disso.

Até porque não há negociação em andamento no SBT.

Apenas a vontade de Jassa, cabeleireiro de Gugu e de Silvio, em unir os velhos parceiros novamente.

Segue abaixo a íntegra do comunicado da Record:

 

A Record e o apresentador Gugu Liberato, depois de um ciclo de quatro anos de contrato, decidiram rescindir o acordo que estava em vigor. A emissora e o apresentador consideram que o período de convivência profissional foi proveitoso para ambas as partes e atingiu seus objetivos.

 

            A Record teve em seu elenco um dos maiores apresentadores da televisão brasileira e ofereceu todas as condições para que Gugu e sua equipe desempenhassem o seu trabalho.

 

Este contrato entre Gugu e Record chega ao final de forma acordada e sem qualquer impedimento para novas parcerias futuras ao longo do tempo.

 

Devido às mudanças de condições de mercado e a abertura de novas oportunidades, Gugu acredita ser o momento de investir em produção independente inclusive através de sua produtora GGP.

           

A Record deseja que Gugu Liberato siga em sua trajetória profissional e pessoal com muito sucesso.  

São Paulo, 07 de junho de 2013.

CENTRAL RECORD DE COMUNICAÇÃO

Tudo o que sabemos sobre:

Gugu LiberatoRecrodSBT

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.