Record tem exclusividade dos Jogos de 2010 e 2012 também na TV paga

Cristina Padiglione

13 Março 2007 | 22h13

São referentes a todas as mídias brasileiras(TV aberta, TV paga, pay-per-view e internet) os direitos de transmissão conquistados pela Record para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2010 (Vancouver, no Canadá) e da Olimpíada de 2012, em Londres.

O contrato com o COI, Comitê Olímpico Internacional, ainda não foi sacramentado, mas Globo e Bandeirantes já foram informados de que a proposta da Record foi a eleita pela entidade para levar a exclusividade dos dois eventos em território brasileiro.

Para tanto, o custo do evento foi inflacionado em coisa de cinco vezes, alcançando US$ 60 milhões. Caberá à Record resolver a quem venderá os direitos na TV paga, mas é previsível que Telefonica (que acaba de receber aval da Anatel para operar TV paga via DTH) e TVA tenham preferência, em detrimento das operadoras do sistema Globo (Net e Sky).

A concorrência faz pouco caso da conquista. Duvida que a emissora consiga cobrir esse desembolso com verbas publicitárias. A Record retruca: e quem consegue cobrir os gastos de todos os eventos esportivos? “Muitas vezes, é uma questão de agregar valores”, conclui um diretor da casa. E lembra que o custo da Copa do Mundo também foi inflacionado gigantescamente pela Globo desde que a Fifa passou a vender o evento diretamente ao Brasil.