Quem vai ao casamento real?

Quem vai ao casamento real?

Cristina Padiglione

24 de março de 2011 | 18h05

Acabo de receber uma oferta bem incomum de credenciamento para cobertura de um evento.
Vem da Embaixada Britânica, e pede que quem for cobrir o casamento do Príncipe William, please, põe-o-dedo-aqui-que-já-vai-fechar. Claro, não é esse o texto, mas em linhas gerais, quer dizer bem isso. Veja a seguir:

Em anexo, nota operacional (em inglês) do Cabinet Office para representantes da imprensa que desejarem se inscrever para o credenciamento limitado para cobertura do Casamento Real (Príncipe William e srta. Catherine Middleton).

Haverá um número limitado de posições ao longo da rota cerimonial e na Abadia de Westminster para repórteres que desejarem fazer a cobertura do casamento real. Todas as equipes que garantirem uma posição serão informadas antecipadamente e receberão o credenciamento. Em breve será divulgada nota operacional para imprensa que não receber credenciamento.

Alertamos aos interessados em se registrar para obter uma das posições que o prazo final para aplicação é no sábado, dia 2 de abril.

Equipe de Comunicação
Embaixada Britânica Brasília

Minha caixa de e-mail já está repleta de releases de canais dispostos a dedicar boas horas de sua programação a escândalos da familia real britânica, a casamentos de príncipes e princesas, a muitas Elizabeths, Dianas e Camilas Parker, cada uma no seu papel. A proposta passa por CNN, GloboNews, GNT, Discovery e por quem mais se antenar para a irresistível efeméride e seu desfile de figurinos, sejam eles cafonas ou elegantes.

A mesma TV que se esmerou em reprises pela tsunami no Japão já derrama seus holofotes em outra direção, certa de que o mesmo público chocado com a tragédia nipônica não dispensará um só detalhe sobre os preparativos da cerimônia que tomará a Abadia de Westminster no dia 29 de abril.

Kate Middleton, a noiva, que se cerque de um bom sal grosso, muita arruda e um pai de santo legítimo. Vai precisar.

Tudo o que sabemos sobre:

CNNDiscoveryGlobo NewsGNT

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.