Quem ousa derrubar “Pantanal”?

Cristina Padiglione

25 de julho de 2008 | 11h30

O Benedito Ruy Barbosa, autor da história.

É ele quem bancará a fúria da imensa platéia que tem se derretido diante da história escrita há 18 anos, para a TV Manchete.

Barbosa não se conforma. Vendeu os direitos do texto para a Globo e não admite que a produção original possa ser exibida por outro canal.Dava como certo o “sepultamento” do folhetim da Manchete, produto de uma Massa Falida.

Depois de perder uma primeira liminar para tirar a novela do ar no SBT, Barbosa voltou à Justiça e agora conseguiu, da 4ª Câmara de Direito Privado, que a emissora apresente os documentos que alega ter para a exibição da novela. O SBT informou que comprou a produção da JPO Produções, produtora independente que teria arrematado em leilão o direito sobre vários produtos da Massa Falida da Manchete, por três anos.

Se conseguir atender à expectativa de sua atual empregadora, a Globo, e tirar “Pantanal” do ar no SBT, Barbosa vai comprar briga com larga torcida. Só em São Paulo, quase 1 milhão de domicílios tem acompanhado com atenção a grande produção da Manchete, vanguardista até para os padrões atuais.
E, sabemos de antemão: mesmo que a Globo venha um dia produzir outra versão com o texto comprado de Barbosa, a fotografia, os banhos nus e toda a experimentação que deu graça a “Pantanal” jamais se repetiriam. Nem chegariam aos pés da novela original, by Jayme Monjardim. O diretor, sim, se diz feliz com o sucesso atual de sua antiga produção e defende que não tem razão para entrar na Justiça. “Eu não iria contra um filho meu”, alegou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: