Prefeito de Barueri abre mão da liminar e libera matéria

Cristina Padiglione

17 de março de 2010 | 17h19

Sim, ao perceber que a repercussão do veto gerou repercussão ainda pior do que o caso em si, o prefeito de Barueri, Sr. Furlan, resolveu abrir mão da liminar conquistada anteontem na Justiça para proibir a exibição do “Porteste Já” pelo “CQC”.

Assim, na edição do programa da próxima segunda-feira, é esperada a exibição do caso do televisor que, doado a uma escola, foi parar na casa de uma funcionária da instituição e depois, com a farsa descoberta, devolvido à Bandeirantes.

Mais conteúdo sobre:

BandeirantesCQCJudicial