Passione bateu recorde por margem mínima

Cristina Padiglione

12 de outubro de 2010 | 12h37

Sim, como já denunciava o ritmo do capítulo de sábado e este blog comentou, foi Saulo/Werner Shünemann quem bateu as botas, mas em situação que não fora divulgada entre os cinco homicídios gravados para manter o suspense da novela. Ou seja, a Globo gravou 6 opções de cenas para 1 eleita, uma chacina em Passione. Nada como ter dinheiro em caixa.

A audiência foi recorde por 1 ponto porcentual (56 mil domicílios a mais): na semana passada, a novela das 9 a Globo já tinha alcançado 40 pontos de média, ontem foi a 41, segundo prévia de audiência do Ibope. Se feriado não fosse, é certo que a média seria superior. A amostra do Ibope na Grande São Paulo, praça de referência dos números aqui citados, não considera, afinal, casas de veraneio.

Tudo o que sabemos sobre:

Werner Shünemann

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: