Para tudo: Carolina Ferraz se revela apaixonada pela arte de cozinhar

Cristina Padiglione

13 de setembro de 2010 | 18h10

Novidade para mim e para os colegas de redação que cá se avizinham, Carolina Ferraz vai lançar um livro sobre a arte de cozinhar. Já tínhamos “Na Cama com Madona”, “Na Sala com Danuza” e agora teremos “Na Cozinha com Carolina”.
Mas é que, ao contrário do imaginário que sempre permeou a libido de Madonna ou a pinta social de Danuza, uai, nunca soube que Carolina gostasse de cozinhar.
“Não foi ela que uma vez apareceu num almoço com um potinho de uvas passas em substituição à refeição?”, pergunta-me alguém.
Sim, eu também ouvi essa história, era indício do esforço monumental para manter o corpinho levíssimo, como é, embora ela sempre tenha sustentado que seu segredo é só beber muita água.
Mas que gente maldosa, essa.
Agora Carolina nos revela que sempre curtiu a cozinha, desde os tempos de menina, em Goiás, quando a mãe se punha a cortar cebolas, preparar carnes, um vinhozinho aqui, outro ali… O release que acaba de chegar à redação atesta que cozinhar virou hobby para ela, uma espécie de “DonaBenta Pop”, e que o livro é um atestado de seu “lifestyle”, com toque muito pessoal e interpretação própria sobre 134 receitas.
Sai pela Editora Jabuticaba, a R$ 76.
Bom apetite.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.