Netflix reinará sozinha por longo tempo em Cuba

Netflix reinará sozinha por longo tempo em Cuba

Cristina Padiglione

12 de fevereiro de 2015 | 08h29

orange
A Netflix chegou a Cuba esta semana e terá longo tempo para reinar na ilha, sem concorrentes.
A chegada das grandes operadoras de TV por assinatura ao país de Fidel, agora livre do embargo com os Estados Unidos, encontra caminhos bem mais complexos que um serviço de demanda, o chamado Over The Top (OTT) via internet, para a instalação de seus serviços. Bote nessa conta a instalação de cabos e reposicionamento de satélites para transmissões aéreas como as da DirecTV (no Brasil, Sky).
Nenhuma das grandes operadoras tem ainda data para desembarcar no território de Fidel. Sem isso, não há como grandes programadoras, como Fox, Discovery, Turner ou Disney, chegarem ao conhecimento dos espectadores locais.
Quando isso ocorrer, o público local já estará habituado a pagar apenas US$ 8 por um menu repleto de atrações como House of Cards, Orange is The New Black, filmes da própria Disney, Fox ou Sony, além de grandes séries de outros produtores, como Breaking Bad e Mad Men, criando então um cenário inédito na competição entre canais pagos e TV sob demanda.

Tudo o que sabemos sobre:

CubaDiscoveryDisneyFoxNetflixTurnerTV paga

Tendências: