Morte de Max acaba de ser gravada nesta quinta-feira

Morte de Max acaba de ser gravada nesta quinta-feira

Cristina Padiglione

17 Outubro 2012 | 20h15

Não, o diretor de núcleo Ricardo Waddington não vai esperar a sexta-feira para acabar de gravar os cinco desfechos escritos por João Emanuel Carneiro para revelar quem matou Max/Marcello Novaes na novela Avenida Brasil.  

Em conversa com esta colunista, o diretor de núcleo Ricardo Waddington disse que as cenas já vêm sendo realizadas desde onteme vão se estender em estúdio até amanhã.

“Se fosse externa, eu ficaria mais preocupado, porque externa tem mais gente. Tem motorista, tem o pessoal do buffet… Qualquer um pode passar por ali e tomar conhecimento de algum detalhe importante. Mas estúdio a gente controla melhor”, disse. Waddington sabe que tudo pode vazar na internet antes que a cena vá ao ar, mas pretende encurtar ao máximo esse intervalo, para frear o efeito de expansão da notícia.
As cenas envolvem todos os atores que estavam no lixão no dia da morte do personagem.

À colunista do jornal O Globo Patrícia Kogut, o autor João Emanuel Carneiro contou que o livro Assassinato no Expresso do Oriente, de Ágatha Christie, inspira o seu ‘quem matou?’ Naquelas páginas, várias pessoas dão uma facada no morto: “Todos os suspeitos terão um motivo. Mas só um terá dado o golpe fatal”, disse Carneiro a Kogut.

Mais conteúdo sobre:

Avenida BrasilMarcello Novaes