Marcos Mendonça e Carlos Augusto Calil disputam TV Cultura

Marcos Mendonça e Carlos Augusto Calil disputam TV Cultura

Cristina Padiglione

29 de abril de 2013 | 15h08

Ex-secretário de Cultura municipal, na gestão de Gilberto Kassab, Carlos Augusto Calil compareceu hoje à sabatina feita por membros do Conselho da Fundação Padre Anchieta a quem quisesse se apresentar como candidato à presidência da Fundação. Até então, a única candidatura formalizada para o cargo de João Sayad, cujo mandato expira no dia 13 de maio, era Marcos Mendonça, que já foi presidente da Fundação e agora quer retornar ao cargo. Mendonça também se submeteu à sabatina dos conselheiros.
22 membros compareceram.
Segundo o presidnete do Sesc, Danilo Santos Miranda, um dos conselheiros presentes, foi um debate de altíssimo nível, com perguntas “duras, mas com elegância”, disse ele, ao deixar a sala de reuniões do conselho.

O próximo presidente terá de lidar com um déficit de R$ 20 milhões. A busca de recursos, o modelo de publicidade praticado pela emissora, a independênbcia do governo e a expansão da emissora em rede nacional estiveram entre os temas lá abordados.
Para se consumar candidato, Calil, que não é membro do conselho, precisará de ao menos oito conselheiros endossando sua candidatura. O prazo para formalizar a aspiração ao cargo acaba na próxima segunda-feira.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: