Justus agora demite carinhosamente

Cristina Padiglione

04 de setembro de 2006 | 01h58

No domingo retrasado, uma semana depois de ter sido “demitido” por um candidato que não agüentou a pressão do programa (Peter Collins), o publicitário Roberto Justus subiu o tom no papel de chefe do reality show “O Aprendiz 3”, na Record. Não se acanhou em humilhar seus subalternos antes de anunciar o demitido da edição.
Mais uma semana se passou e agora Justus desce o tom. Está um lord. No programa exibido há pouco, usou até diminutivo para definir a cabeça do dia: “Pedrinho, você vai pra casa”.

Ainda que aquele chefe cruel, visto no domingo anterior, estivesse bombando no ibope (vai ver o comportamento rende algum prazer àqueles que se acham perseguidos por suas chefias na vida real), Justus preza pela imagem que lhe restará após o fim do programa. “O Aprendiz” passará. E ele, óbvio, quer ficar. De preferência, bem na fita e nas capas de Caras a seguir. Daí o recuo.
Menos agressividade também assegura mais razão a quem discursa, não custa lembrar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.