Isa TKM, iCarly e essa coisa High School Musical

Cristina Padiglione

27 de abril de 2009 | 18h26

Não conhece a Isa TKM? É porque você não tem em casa uma criança entre 7 e 11 anos, de preferência menina, ou porque não tem TV paga. Ah, sim, já espero pela turma que virá aqui pra me apedrejar e dizer que tem tudo isso em casa, sim, mas que não permite aos pequenos acesso a esse “lixo”.

Vamos ao “lixo”.
Nada ali se aproveita, é verdade, mas também não há conteúdo nocivo no pacote. A considerar que muitos pais veem Big Brother ao lado das crianças, uau, Isa TKM e iCarly são quase Teletubbies. Nem me apego ao quesito sexo/sedução do BBB. O mau negócio ali é motivar crescer nessa geração o desejo de ser um BBB quando crescer, e a “vocação” já frequenta o sonho de muitos menores pelo planeta.

Isa TKM estreou há duas semanas na Nickelodeon, é uma novelinha não recomendada para menores de 10 anos, mas, assim como a série de filmes “High School Musical”, já virou febrinha até entre as moçoilas com menos de 10. O roteiro é bem maniqueísta: tem a Isa, super-hiper-megabacana, e a Cristina, má-muito-má. O programa lidera a audiência no seu horário.

iCarly é um seriadinho sobre um trio que faz sucesso com um programa de comédias na internet. Quer saber? Os diálogos são bem feitinhos, o enredo é completamente inofensivo e há situações engraçadas (para a faixa etária, algumas são hilariantes).
Quem não vê não perde nada. Mas, se as crianças lá estão, diante de genéricos de “High School”, relax, é só uma boa bobagem inofensiva, como tantas que os adultos acompanham, sem dor na consciência.

Adendo: Texto alterado, de acordo com observações do primeiro comentário aí postado, às 18h33 de 06/05

Tendências: