Helena é o Bahuan da vez

Cristina Padiglione

04 de novembro de 2009 | 15h39

Com todo respeito a Taís Araújo, esse papel de protagonista em “Viver a Vida”, a novela das 9 da Globo, cada dia mais se aproxima do suposto mocinho da última novela do horário.

A recapitular: trazido de volta à Globo após um período bem pago na Record, Márcio Garcia foi escalado para ser o mocinho da novela das 9, então “Caminho das Índias”. E o que era o mocinho? Um sujeito que abandonava a heroína no meio da chuva, depois de ela ter dado as costas a todas as convenções respeitadas pela família, blá, blá, blá, e que, para coroar, ainda que ele não soubesse, estava grávida.

Bahuan-Márcio Garcia, claro, caiu em desgraça.

O público imediatamente passou a torcer pelo Raj de Rodrigo Lombardi. E Bahuan foi definhando, até ganhar míseros segundos, sem uma palavra sequer, na edição do útlimo capítulo de “Caminho das Índias”.

Agora, veja lá se essa Helena da Taís Araújo não está favorecendo aos montes a tal da outra, no caso, Giovanna Antonelli, que consumou com o pegador José Mayer a primeira traição do maridão da heroína? Helena é chataaaaaaa, é de dar pena. Politicamente correta demais em tempo integral. Cansei.
Até a Alinne Moraes, e olha que a personagem Luciana, mimadinha, malinha, passa longe de alguém pronto a cair nas graças do público, tem merecido mais torcida que a Helena da Taís.

No capítulo de ontem, em mais uma tentativa da madrasta em tomar conta da enteada marmanja, Luciana de novo se aborrece, com Helena. O capítulo de hoje, já anunciam as chamadas, prometem tapa na cara, de Helena em Luciana, que, no capítulo de amanhã, segundo todas as previsões dadas pela Globo, finalmente sofrerá o acidente que a deixará paraplégica.

É a prometida virada na novela de Manoel Carlos e só tende a reforçar o desdém por Helena.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: