Globo leva Emmy com Joia Rara

Globo leva Emmy com Joia Rara

Cristina Padiglione

25 de novembro de 2014 | 10h37

joia
A novela Joia Rara, de Duca Rachid e Thelma Guedes, foi premiada no 42º Emmy, em Nova York, na noite dessa segunda-feira, como a melhor telenovela de 2014.

A produção brasileira venceu a canadense 30 Vies, a portuguesa Belmonte e a filipna My Husband’s lover.  Para receber o prêmio, subiram ao palco, além das autoras, as diretoras Amora Mautner e Joana Jabace, o diretor Fábio Strazzer e a atriz Paula Burlamaqui..

Com direção de núcleo de Ricardo Waddington, Joia Rara tinha como argumento central a encarnação do espírito de um grande líder budista, que vivia no Himalaia, em uma menina nascida no Rio, papel de Mel Maia. O elenco contava com Bruno Gagliasso, Bianca Bin, José de Abreu, Marcelo Médici, Carmo Dalla Vecchia, Carolina Dieckmann, Domingos Montagner, Thiago Lacerda, Mariana Ximenez e Ana Lúcia Torre, entre outros medalhões.

Outras duas produções da Globo, a série A mulher do prefeito,com Denise Fraga e Tony Ramos, e o especial de fim de ano Alexandre e outros heróis, de Luiz Fernando Carvalho, ficaram entre os finalistas, mas não levaram a estatueta.

O Brasil também esteve entre os finalistas, sem levar o prêmio de vencedor, pelo programa O Infiltrado, de Fred Melo Paiva, no History, produção da Cinegroup que concorreu na categoria non-scripted Entertainment, e De Volta, documentário do Canal Futura.

O 42º Emmy valeu também uma homenagem a Roberto Irineu Marinho, eleito Personalidade Mundial da Televisão, por sua contribuição ao veículo. Ele foi acompanhado ao palco por Milton Gonçalves, o primeiro ator a ter sua carteira assinada pela TV Globo, e Glória Pires.

RI