As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Globo fica sozinha com bolo do futebol

Cristina Padiglione

23 Novembro 2006 | 12h34

1. Na seara de Campeonato Brasileiro, Sul-Americano e Copa do Brasil, bolo cujos restos da Globo a Record vinha aceitando comer até este ano, retire-se o que aqui foi dito ontem: o SBT estudou, sim, a possibilidade de ficar com as sobras do futebol da Globo, mas já desistiu do negócio. Assim como Record e Band, a emissora de Silvio Santos concluiu que, nos termos em que a proposta é feita, não vale a pena. Ou seja, exibir o mesmo jogo que a Globo aos domingos e ficar com a partida menos interessante das quartas-feiras não traz dividendos a ninguém, apenas evita que a Globo seja acusada de monopolista.

2. Sobre Campeonato Paulista: uma reunião agendada para hoje entre os clubes de São Paulo, a fim de se ouvir a contraproposta da Globo à oferta da Record, foi cancelada. Um encontro quase improvisado foi agendado para terça-feira, quando dirigentes de Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Santos ficaram sabendo que a Globo se dispõe a pagar também R$ 70 milhões pelos direitos do Paulistão 2008. A oferta inicial da Globo era de R$ 40 milhões e a inflação se deu graças aos R$ 70 milhões propostos pela Record. Embora a Federação Paulista tente convencer os clubes de que a Globo “equiparou” a oferta, consta que os 70 milhões da Globo incluiriam 10 milhões em mídia e publicidade. Dito isso, a Record reiterou que propõe 70 milhões só em espécie, e mais outros 10 milhões em mídia e publicidade, sem falar na oferta de exibir os jogos às 8h30 da noite, o que beneficia clubes e torcedores. Resta saber se alguém está interessado, diante de tantas cifras, em agradar ao torcedor…

Apesar da inclinação de uns e outros, entre clubes e Federação, em ficar com a Globo, ainda não há unanimidade entre eles, mas é fato que ninguém gosta de afrontar o plim-plim. A ver.