Na moral? Globo corta depoimento sobre má experiência evangélica

Na moral? Globo corta depoimento sobre má experiência evangélica

Cristina Padiglione

29 de março de 2013 | 00h35

A Globo cortou da exibição do show de lançamento de sua programação 2013 os detalhes do depoimento de Tammy Miranda, filha de Gretchen, sobre sua homossexualidade, a Pedro Bial. O relato foi feito sob o pretexto de apresentasr a 2ª temporada do Na Moral, programa de Bial que confronta posições sobre temas polêmicos.

Durante o show que deu origem ao especial Vem Aí, anteontem, no Credicard Hall, cena que testemunhei, Tammy contou que foi levada pela mãe, evangélica, a um culto em que o pastor fez de tudo para exorcizar o suposto demônio que a habitava. Concluiu que a sessão fora inútil e o ato, uma encenação do “pastor”, idem. Esse trecho foi cortado no ar. Nenhuma menção ao termo “evangélico” foi feita na edição exibida. O que prevaleceu foi a pergunta de Bial, de que teria sido submetida a uma sessão de exorcismo, em função de sua condição sexual. Da pergunta dele, a edição já saltou para a conclusão de Tammy, que cita não ter qualquer bronca da “religião” – note, ela não fala em “evangélico”.

Coincidência ou não, a Globo tem buscado uma aproximação com os evengélicas, até para frear a imagem de emissora contrária aos evangélicos, adulados abertamente pela Record, que cobiça o primeiro lugar da Globo.


William Bonner, Bial e Tammy
Crédito: Zé Paulo Cardeal

Tudo o que sabemos sobre:

Ferfnanda Young

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: