Gabi, bordadeira, na favela

Gabi, bordadeira, na favela

Cristina Padiglione

19 de setembro de 2007 | 17h37

Marília Gabriela não tem a menor pinta de quem mora em favela, mas o desafio aí está e a imagem a seguir é obra da caracterização de sua personagem na próxima novela das 9 da Globo.

.

Milimetricamente dessarumada, sem cair no esculacho.

A loira surgirá assim, vice-presidente da Associação dos Moradores da Portelinha e, melhor, bordadeira emérita da escola de samba da comunidade em “Duas Caras”.

Idéia de Wolf Maya e Aguinaldo Silva.
“Duas Caras” entra na vaga de “Paraíso Tropical” a partir do dia 1º.
E Guigui, a personagem, será o braço direito do líder comunitário vivido por Antonio Fagundes na história, mas mal cogita se envolver com o robusto Juvenal no começo do enredo. A ver

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.