Concorrente do Big Brother desconhece a morte do pai

Cristina Padiglione

26 Maio 2007 | 11h38

Deu na Austrália: uma das concorrentes na edição em exibição naquele país não sabe, até agora, que o pai morreu no último dia 16.
Os produtores alegam que o pai de Emma já estava muito doente de câncer quando ela decidiu entrar na casa. E que portanto a moça bem conhecia o risco. A família estaria apoiando a decisão da omissão, supondo que o morto não gostaria que a filha abandonasse seu sonho em razão do cortejo fúnebre.
O atual Big Brother australiano começou há um mês.

No Brasil, algo semelhante se deu no BBB2, quando a aeromoça Cida perdeu a irmã enquanto estava confinada no Projac. Mas a produção a comunicou o ocorrido logo que a irmã morreu. Até porque Cida tinha lá suas premonições, e na véspera da morte, jurava que tinha ouvido a irmã chamar por ela.