Big Brother x 7

Cristina Padiglione

03 Janeiro 2007 | 20h24

O povo xinga, bate, mas adora odiar reality show como O Aprendiz e Big Brother Brasil. Faz parte do vício.

Começa na terça mais uma edição brasileira do programa que também se multiplicou nessas proporções na Itália, nos Estados Unidos, na Alemanha e na Inglaterra.

Cada país adequa suas regras à preferência da platéia. Na etapa da vez, some o sorteio que anexava dois candidatos ao elenco na última hora. O número de aspirantes agora vai a 16, 2 a mais que as últimas edições. E a imunidade do anjo perde poder: um sorteado no grupo poderá vetar o anjo escolhido pelo líder. Quando for assim, o paredão vai adiante sem anjo.

A turma da vez é jovenzinha jovenzinha. A caçula tem 19 e o mais velho, 30 anos. O Estado com maior número de participantes é São Paulo. O Rio conta com 3, como Minas, e Santa Catarina, com 2. Há um paranaense, um pernambucano e uma brasiliense.