Amém, Odorico

Amém, Odorico

Cristina Padiglione

16 de setembro de 2008 | 20h45

Oportuno é o site que Gracindo Júnior criou para anunciar aos quatro ventos a exibição de seu documentário, “O Bem-Amado”, longa-metragem sobre papis Paulo Gracindo, no Festival do Rio.

Quem não conheceu Odorico, criação de Dias Gomes que na TV foi eternizada pelo Gracindo pai, affe, não sabe o que perde. É muito. Vale uma visita ao YouTube, de preferência por meio do voteodorico.com.br

Consta lá uma listinha de nomes parodiando os candidatos de verdade ao pleito da vez no Rio. Oxalá Odorico inspire os aspirantes a prefeituras e cadeiras de vereadores no País todo no quesito franqueza. Não se pode negar que nesse ponto o sujeito era porreta. Sem entretantos e partindo para os finalmentes, como ditaria o idioma de Sucupira, o cara manda avisar que compra seu voto. E não se avexa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.