A Fazenda vai bem, mas ainda não abala

Cristina Padiglione

02 de junho de 2009 | 17h45

A Record botou seu reality show no ar, versão de Casa dos Artistas, que por sua vez é versão de Big Brother, e começa a plantar algumas sementes para atrair a audiência. Mas, até aqui, A Fazenda ainda não faz barulho, mas também não decepciona, digo, não derruba o ibope.

Dado Dolabella confirma sua condição como melhor atração do confinamento. As moças acham que o sujeito é grosso, brucutu, mas ele é de uma transparência que rende pano pra bisbilhotice, combustível infalível para os reality shows.

Agora, vamos e venhamos: o Britto Jr. tem de se livrar daquele tom professoral, aquilo não cola. Não é preciso fingir que está fazendo jornalismo, a melhor alternativa é assumir o papel e se divertir. Nem que isso custe poemas como os do Pedro Bial, que, ninguém pode negar, sabe bem se divertir no comanda da tal nave do BBB.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: