Who é alvo de disputa de produtoras brasileiras? Ainda é cedo para saber

Estadão

06 Fevereiro 2013 | 06h20

Marcelo Moreira

Começam a surgir rumores na imprensa brasileira sobre uma suposta turnê sul-americana do Who no final do ano. Isso ocorre desde novembro passado, quando a turnê “Quadrophenia and More” esquentou nos Estados Unidos e ganhou novas datas na Europa e na Ásia.

A verdade é que nada está confirmado. Por enquanto as chances de a banda vir ao Brasil é zero. A turnê atual deve acabar por volta de abril ou maio e a banda pretende tirar um longo período de descanso, inclusive mantendo a programação original de Pete Townshend, o guitarrista e principal compositor, terminar a peça conceitual “Floss”, que ele não sabe ainda se será um álbum solo ou do Who.

O jornalista Lúcio Ribeiro, da coluna Popload, do UOL, que é muito bem informado, destaca nesta terça-feira que pelo menos seis grandes produtoras brasileiras estão disputando a vinda do Who em setembro de 2013.

É uma notícia importante, mas que merece cautela ao ser analisada. Não existem seis produtoras no Brasil ou na América do Sul que tenham capacidade e cacife para bancar The Who por aqui. No máximo, duas, e olhe lá. Assim como são as mesmas duas que conseguem trazer Madonna, U2, Rolling Stones e artistas do mesmo porte.

E é bom lembrar que em 2007 os sites oficiais da banda e de Pete Townshend chegaram a divulgar datas de shows em São Paulo e em Buenos Aires em setembro daquele ano, para enorme frustração de todos – é claro que os shows nunca ocorreram.

A torcida permanece. Dos grandes artistas da história, só Beatles, Who, Led Zeppelin e Pink Floyd nunca tocaram por aqui – vieram solo Paul McCartney (várias vezes), Jimmy Page e Robert Plant (juntos e separados) e Roger Waters (Pink Floyd), mas nunca David Gilmour ou membros separados do Who. Que seja desta vez.

Veja abaixo um suposto cartaz da suposta turnê:

 

Mais conteúdo sobre:

The Who