Uma justa homenagem ao Thin Lizzy e Phil Lynnot

Estadão

12 de janeiro de 2011 | 08h17

Marcelo Moreira

O baixista irlandês Phil Lynnot foi um músico tão talentoso quanto azarado e injustiçado. Poderia fazer uma banda com um conterrâneo injustiçado, Rory Gallagher, um dos maiores guitarristas que já fizeram rock e blues. Lynnot e sua banda Thin Lizzy são influência de qualquer banda de rock pesado dos anos 80 e 90, sendo que gente como Steve Harris (baixista do Iron Maiden) e James Hetfield (guitarrista e vocalista do Metallica).

O Thin Lizzy ficou famoso nos anos 70, mas nunca explodiu de verdade. Tudo bem que a concorrência era absurda na época, mas o quarteto que ora virava trio merecia mais atenção do público em geral.

Para amenizar essa falha, os três melhores álbuns do grupo serão relançados neste mês, marcando os 25 anos da morte de Phil Lynnot, com músicas extras, entre raridades e faixas ao vivo. “Jailbreak” (1976), “Johnny the Fox” (1976) e o ao vivo “Live and Dangerous” (1978) serão relançados em CDs duplos.

O trabalho de remixagem e remasterização foi feito por Scott Gorham, um dos integrantes que mais tempo ficaram no grupo, e Joe Elliott, vocalista do Def Leppard e outro fã confesso de Lynnot. Além do CD duplo, “Live and Dangerous” trará ainda um DVD bônus.

Nada mais justo para reverenciar a memória do baixista e da banda, que andou sendo vilipendiada nos anos 90 com diversas formações que nada mais eram do que arremedos de banda. Tudo obra do excelente guitarrista John Sykes (ex-Tygers of Pan Tang, Thin Lizzy, Whitesnake e e Blue Murder).

Após o fracasso de seu trio de hard rock Blue Murder, e do sucesso restrito ao Japão de seus trabalhos solo, Sykes não teve pudor e “recriou” o Thin Lizzy em 1996, assumindo os vocais e tendo de vez em quando a companhia de algum ex-membro, como o baterista Brian Downey.

Nenhum álbum de material inédito foi lançado (ainda bem), mas as turnês entre 1996 e 201 renderam o duplo ao vivo “One Night Only”, de 2000, que seria um excelente álbum se não levasse a assinatura Thin Lizzy. Sykes liderou a retomada e decidiu congelar o grupo entre 2001 e 2004, quando reuniu alguns amigos e novamente vilipendiou o nome, saindo em várias turnês intermináveis.

Aparentemente, John Sykes largou de vez o osso em 2009, mas nem isso foi suficiente para que chacais largassem os despojos. Notas em duas revistas britânicas há dois meses dão conta de que uma nova encarnação do Thin Lizzy prepara uma turnê europeia para meados de 2011.

A nova formação teria a liderança de dois guitarristas, Scott Gorham e Vivian Campbell (atualmente no Def Leppard), contando ainda com  o vocalista Ricky Warwick (Almighty), o baterista original, Brian Downey, o tecladista Darren Wharton (outro ex-Thin Lizzy) e o baixista Marco Mendoza.

Formação do Thin Lizzy no final dos anos 70. Lynnot é o terceiro da esquerda para a direita.

Quanto a Lynnot, o baixista morreu em janeiro de 1986 devido a complicações respiratórias e pulmonares por conta dos anos de excesso no álcool e nas drogas. Anualmente, no dia da morte de Phil, 4 de Janeiro, acontece um espetáculo em sua homenagem, o  Vibe for Philo, com a presença de antigos membros do Thin Lizzy, bandas covers e convidados.

Sua mãe, Philomena Lynnot, mantém até hoje a Fundação Roisin Dubh (Black Rose  em gaélico, o idioma antigo da Irlanda, e que deu nome a um dos discos da banda) que ajuda no tratamento de dependentes químicos.

Phil Lynnot em ação no começo dos ano 80

Jailbreak (1976)

CD 1:
1. Jailbreak
2. Angel From The Coast
3. Running Back
4. Romeo And The Lonely Girl
5. Warriors
6. The Boys Are Back In Town
7. Fight Or Fall
8. Cowboy Song
9. Emerald

CD 2:
1. Jailbreak (Re-mixed Version)
2. The Boys Are Back In Town (Re-mixed Version)
3. Jailbreak (BBC Session 12/02/1976)
4. Emerald (BBC Session 12/02/1976)
5. Cowboy song (BBC Session 12/02/1976)
6. The Warrior (BBC Session 12/02/1976)
7. Fight Or Fall (Extended Version – Rough Mix)
8. Blues Boy (Unreleased Studio Track)
9. Derby Blues (Early Version – The Cowboy Song)

Johnny the Fox (1976)

CD 1:
1. Johnny
2. Rocky
3. Borderline
4. Don’t Believe A Word
5. Fools Gold
6. Johnny The Fox Meets Jimmy The Weed
7. Old Flame
8. Massacre
9. Sweet Marie
10. Boogie Woogie Dance

CD 2:
1. Don’t Believe A Word (Re-Mixed Version)
2. Borderline (Re-Mixed Version)
3. Johnny The Fox Meets Jimmy The Weed (Re-Mixed Version)
4. Don’t Believe A Word (BBC Sessions 11/10/1976)
5. Johnny The Fox Meets Jimmy The Weed (BBC Sessions 11/10/1976)
6. Fools Gold (BBC Sessions 11/10/1976)
7. Johnny (BBC Sessions 11/10/1976)
8. Fools Gold (Instrumental Run Through)
9. Johnny The Fox Meets Jimmy The Weed (Instrumental Run Through/Extended)
10. Rocky (Instrumental Run Through)
11. Massacre (Instrumental Take With Lynott Directions To Band)
12. Scott’s Tune (Unreleased Scott Gorham Composition)
13. Don’t Believe A Word (Studio Outake- Different Lyrics)

Live and Dangerous (1978)

CD 1:
1. Jailbreak
2. Emerald
3. Southbound
4. Rosalie – Cowgirls Song
5. Dancing In The Moonlight (It’s Caught Me In A Spotlight)
6. Massacre
7. Still In Love With You
8. Johnny The Fox Meets Jimmy The Weed

CD 2:
1. Cowboy Song
2. The Boys Are Back In Town
3. Don’t Believe A Word
4. Warriors
5. Are You Ready?
6. Suicide
7. Sha La La
8. Baby Drives Me Crazy
9. The Rocker

Bonus Tracks
10. Opium Trail (Wild One-L & D Outake)
11. Bad Reputation (Wild One-L & D Outake)

DVD:
1. Introduction / Rosalie
2. The Boys Are Back In Town
3. Emerald
4. Dancing In The Moonlight (It’s Caught Me In A Spotlight)
5. Massacre
6. Call On Me
7. Don’t Believe A Word
8. Are You Ready?
9. Sha La La
10. Baby Drives Me Crazy
11. Finale / Me And The Boys

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.