Um grande festival de jazz no Sesc Pompeia

Estadão

28 de julho de 2013 | 06h43

da equipe Combate Rock

Fugindo um pouco da nossa área roqueira, o Combate Rock presta um serviço inestimável ao bom gosto musical de quem curte blues – que tem espaço cativo aqui – e de quem gosta de conhecer algo diferente, mesmo que seja jazz. E aproveita para divulgar um dos eventos musicais mais importantes e interessantes do segundo semestre em São Paulo, o festival Jazz na Fábrica, no Sesc Pompeia, na zona oeste da cidade, agora em sua terceira edição.

Já passaram pelos palcos do evento nomes como Dee Dee Bridgewater, Cedar Walton, Christian Scott, Archie Shepp,
Avishai Cohen, entre outros, além de feras da música brasileira identificada com o jazz, como Leny Andrade, César Camargo Mariano, Cyro Batista  e Airto Moreira, firmando-se como referência entre as programações voltadas ao gênero e às suas vertentes, na cidade de São Paulo.

A edição 2013 terá a presença de mais de 30 grupos e solistas entre 1º de agosto e 1º de setembro, privilegiando a aproximação do jazz produzido na África e na América Latina, sem abandonar suas principais referências. Nomes como Afrikhanita (Angola), Richard Bona (Camarões), Christian Galvez (Chile), Edsel Gomez (Porto Rico) e Álvaro Montenegro (Bolívia) são algumas das atrações.

Entre os nomes internacionais ligados ao jazz mais tradicional estão o pianista norte-americano McCoy Tyner (ex-pianista de John Coltrane), as cantoras norte-americanas Cassandra Wilson e Macy Gray (que vem acompanhada de uma big band liderada pelo saxofonista David Murray), o organista norte-americano Dr. Lonnie Smith e o trompetista, pianista e compositor franco-libanês Ibrahim Maalouf.

Tyner é um representante da mais alta tradição do jazz americano, tendo tocado com grandes ícones, trazendo influências de Art Tatum e Thelonious Monk, além de ser detentor de uma técnica peculiar. As cantoras Cassandra Wilson e Macy Gray representam as grandes cantoras de vertentes do jazz (soul music e jazz contemporâneo). Lonnie Smith é uma lenda do funk, do blues e do R&B.

Em outra vertente, música eletrônica, improvisação livre, atonalismo, instrumentos elétricos e efeitos sonoros permeiam os repertórios de nomes como Sun Rooms (EUA), Rabotinik (BRA), Ivo Perelman (BRA), Duo Nazário (BRA)
e Roscoe Mitchel (EUA), enquanto os conjuntos europeus Et Hop (FRA) e No Square (SUI) se aproximam do universo pop e de uma releitura do funk e do groove dos anos de 1960 e 1970, com um fôlego jovem e uma sonoridade voltada a todos os ouvidos.

Existe ainda, como nos anos anteriores, um cuidado em (re)descobrir nomes brasileiros representantes do impacto do jazz na música nacional e, ao mesmo tempo, as contribuições de caráter criativo, melódico e harmônico da música brasileira ao universo do jazz. O trombonista, compositor e arranjador Raul de Souza (recém-laureado com o Prêmio de Música Brasileira de Melhor Solista pelo DVD O Universo Musical de Raul de Souza, lançado pelo Selo SESC); o pianista e compositor João Donato (um dos protagonistas da “modernização do samba”); o violonista paranaense Alegre Correa (em encontro com o guitarrista austríaco Wolfgang Muthspiel) e a cantora, compositora e exímia pianista paulista Eliane Elias (um dos principais nomes da programação proposta), trazendo ainda os conjuntos que acompanham Edsel Gomez e Afrikanitha (todos compostos por músicos de alto gabarito entre os instrumentistas brasileiros).

 PROGRAMAÇÃO RESUMIDA

Dias 1,2 e 4 de agosto, quinta e sexta, às 21h e domingo, às 19h.

Afrikkanittha (ANG) e Cliff Korman Trio (EUA/BRA)

Dias 3 e 4 de agosto, sábado às 21h30 e domingo às 19h30.

Dias 9, 10 e 11 de agosto, sexta e sábado às 21h30 e domingo às 19h30.

Álvaro Montenegro (BOL) + Benjamin Taubikin (BRA)

Dias 17 e 18 de agosto, sábado às 21h e domingo às 19h.

Richard Bona (CAM) / Divide a noite com Letieres Leite Quinteto (BRA)

Dias 17 e 18 de agosto, sábado às 21h30 e domingo às 19h30.

Dias 22 e 23 de agosto, quinta e sexta às 21h.

Dias 23 e 24 de agosto, sexta e sábado às 21h30.

Dias 31 de agosto e 01 de setembro, sábado às 21h e domingo às 19h.

Dias 31 de agosto e 01 de setembro, sábado às 21h30 e domingo às 19h30.

Rabotnik – divide a noite com Sun Rooms (EUA)

Dias 3 e 4 de agosto, sábado às 21h30 e domingo às 19h30.

Dias 24 e 25 de agosto, sábado, às 21h e domingo, às 19h.

Letieres Leite Quinteto (Divide a noite com Richard Bona)

Dias 17 e 18 de agosto, sábado às 21h30 e domingo às 19h30.

Dias 29 e 30 de agosto, quinta e sexta às 21h.

Marcelo Monteiro (SP) + Antônio Loureiro (MG)

Frederico Heliodoro (MG) + Lilian Carmona (SP)

Jorginho Neto (SP) + Felipe Continentino (MG)

Dias 9, 10 e 11 de agosto, sexta e sábado, às  19h e domingo, às 18h

Dias 23, 24 e 25 de agosto, sexta e sábado, às 19h e domingo, às 18h.

Dias 16, 17 e 18 de agosto, sexta e sábado, às 19h e domingo, às 18h.

Dias 4 de agosto e 01 de setembro, domingos das 15h, às 19h.

Álvaro Montenegro (BOL). Mediação: João Marcos Coelho

Com Cliff Korman (EUA) e Lilian Carmona (BRA). Mediação: José Flávio Júnior.

Será que dá Jazz? Festivais de Jazz na América Latina

Com Christian Galvez (CHI) e Benjamin Taubkin (BRA). Mediador: Carlos Calado

Para informações sobre outras programações, ligue 0800-118220 ou acesse o portal

Horário de funcionamento da Bilheteria: De terça a sábado das 9 às 21 horas e

Formas de pagamento: Cheque, cartões de crédito (Visa, Mastercard e Diners Club

International) e débito (Visa Electron, Mastercard Electronic, Maestro e Redeshop).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.