Um ano excepcional, e que o Natal e o Ano Novo sejam ainda melhores

Estadão

24 de dezembro de 2011 | 14h00

Marcelo Moreira

Era para ser uma brincadeira, uma mesa-redonda com cinco pretensiosos falando sobre rock, detonando as bandas que os outros gostam e elogiando os nossos artistas prediletos. Dois anos depois o Combate Rock virou um blog premiado dentro do Grupo Estado e um programa de rádio derivado de um podcast despretensioso.

Nesta véspera de Natal de 2011 o programa semanal chega a sua 20ª edição – contando com os podcasts mensais anteriores, são 34 edições. Mais ainda: mais de 1,6 mil textos publicados, 10 mil comentários aprovados e picos de visitação e page views inimagináveis quando o projeto foi criado.

O ano de 2011 foi fantástico para nós em termos de realizações, mas principalmente pelo respeito que adquirimos e pela fidelização de leitores e internautas que nos aturaram e que trocaram pancadas conosco.

Creio que conseguimos mostrar que descontração e “despretensão” podem perfeitamente combinar com qualidade, informação, opinião e bom humor.

O projeto ainda está no começo e ainda esbarra em problemas e limitações naturais que o mundo digital lança a cada dia, mas essas questões insuficientes para nos tirar o prazer de, pouco a pouco, transformar o que era um hobby e um produto informativo atraente e de qualidade.

Estamos comemorando 16 meses de atividade diária no blog e semanal no programa de rádio hospedado no Território Eldorado. O Combate Rock é uma brincadeira séria que nos enche de orgulho. Por isso, só temos a agradecer aos nossos leitores e ouvintes por darem suporte. Sendo assim, que todos tenham um ótimo Natal roqueiro, uma virada de ano ainda mais roqueira e um excelente 2012.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.