The Iron Maidens tocam hoje em São Paulo

Estadão

18 Junho 2011 | 07h12

Lúcio Ribeiro – Especial para o Estado de S. Paulo

David Bowie Cover, Beatles Cover, Radiohead Cover, Killers Cover, Arctic Monkeys Cover, Roberto Carlos Cover. O aquecido mercado de shows tem tornado o Brasil musical também uma verdadeira ‘Cover Nation’, com um sem-número de bandas-imitando-bandas-consagradas “para valer”, tomando isso (quase) como profissão, lotando apresentações, fazendo temporadas bem-sucedidas.

Então nada mais natural o país ter recebido nos últimos dias, com certo alarde, dois dos mais bem-acabados produtos desse ‘negócio’ banda cover do planeta atualmente.

Na noite de quinta, São Paulo viu o primeiro dos programados dois shows no Brasil do importante músico inglês Peter Hook (New Order), “atacando de banda cover” de seu próprio patrimônio e recriando no palco o primeiro disco de sua lendária ex-banda, o Joy Division.

Mas o suprassumo da covermania se apresenta hoje na cidade. Sobe nesta noite ao palco do Estúdio Emme, em Pinheiros, a banda The Iron Maidens, cover tão famosa, charmosa e profissional que já ganhou vida própria.

Formação atual das Iron Maidens

Com dez anos de formação, três discos lançados e uma agenda anual de turnê internacional que muita banda boa sonha em possuir, o Iron Maidens consegue forte destaque fazendo imitação de uma das bandas mais imitadas do planeta: os heróis do heavy metal The Iron Maiden.

O ‘plus’ do Iron Maidens é ser uma banda composta por mulheres. Mulheres bonitas. Mulheres bonitas se destacando no meio ultramasculinizado e cabeludo do heavy metal.

Formada na Califórnia, as Maidens ganharam fama primeiro por se autointitular “a única banda-tributo toda feminina do Iron Maiden”. Depois por mostrar realmente um talento substancial para tocar heavy metal. Mais que isso: o heavy metal puro de uma banda de 36 discos lançados que é o Iron Maiden. A ponto de ser reconhecida e admirada pelo próprio grupo original.

  “A banda nasceu motivada pela ideia divertida e inusitada de juntar só mulheres para tocar músicas do Iron Maiden. Era como um desafio proposto, porque existe centenas de bandas tocando Iron Maiden, mas nenhuma só de mulheres. Na época a cena do metal estava tediosa, sem graça, e isso nos parecia uma boa inovação a fazer”, disse por e-mail a vocalista do Maidens, Kirsten ‘Chickinson’ Rosenberg, a encarnação fêmea do figura Bruce Dickinson, a marcante voz do grupo original.

“Eu entrei na banda em 2009, quando ela já era bem famosa. Mas as meninas que estão desde o começo sempre dizem que ficaram surpresas, até chocadas, com a repercussão forte e positiva que o Iron Maidens alcançou logo de início. O fato de os caras do Iron Maiden acompanhar alguns shows nossos e darem sua aprovação é a cereja do bolo.”

As Iron Maidens tocam ainda em Manaus, amanhã. Será o último dos quatro shows da turnê brasileira, que começou quarta em Jundiaí e teria passado ontem por Salvador.