Sepultura lança campanha de financiamento coletivo para documentário de 30 anos de carreira

Estadão

13 de maio de 2013 | 07h00

Flávio Leonel – do blog Roque Reverso

O Sepultura, em conjunto com a InterFace Filmes, lançou recentemente um projeto de financiamento coletivo, por meio do site Kickstarter, para dar continuidade à produção do tão aguardado documentário sobre seus 30 anos de carreira. O registro deve trazer grandes detalhes da maior banda brasileira da história, com todos os mitos e conflitos, mudanças pessoais, novos momentos gerados pela internet, alterações da indústria fonográfica, depoimentos e imagens de arquivo inéditos.

Durante os últimos três anos, com investimento de U$100.000,00 da InterFace, o cineasta Otávio Juliano tem acompanhado todo o cotidiano do grupo de thrash metal.

O objetivo do financiamento coletivo é arrecadar US$ 1.000.000,00 para cobrir todo o restante da produção, incluindo despesas de viagens para filmagem de entrevistas de ex-membros e outros grandes nomes do rock, além de toda a pós-produção, incluindo gráficos bem elaborados e claro, distribuição nacional e internacional.

A intenção dos produtores e da banda é lançar o documentário em 2014. Se chegar a ambiciosa cifra milionária, não está descartada até uma parte do filme em 3D.

Atualmente, o Sepultura continua promovendo o álbum “Kairos” pela Europa. A nova turnê vai passar por França, Holanda e Alemanha.

Além desta passagem pelo Velho Continente, Derrick Green (vocalista), Andreas Kisser (guitarra), Paulo Júnior (baixo) e Eloy Casagrande (bateria) também estão se preparando para a gravação de um DVD especial durante show no Rock In Rio 2013, em setembro, com os franceses do Tambours du Bronx.

Os grupos vão se apresentar no palco principal do festival brasileiro no mesmo dia das apresentações do Metallica, Alice in Chains e do Ghost. Todos os ingressos para o Rock in Rio estão esgotados há algum tempo.

Para ter acesso ao financiamento coletivo para o documentário de 30 anos da banda, basta entrarneste link.

Tudo o que sabemos sobre:

Sepultura

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.