Scorpions, Peter Frampton e Jan Akkerman em SP no fim de semana

Estadão

16 de setembro de 2010 | 08h21

Marcelo Moreira

Um final de semana agitado e bastante caro para quem gosta de classic rock e fizer questão de assistir a todas as atrações internacionais que tocam em São Paulo. São três nomes dos mais importantes da história do rock que valem cada centavo gasto.

Jan Akkerman é um guitarrista holandês que mistura rock progressivo e jazz. Foi o líder da banda Focus, clássica dos anos 70 e autora de sucessos como “Sylvia”, “Hocus Pocus” e muitos outros. É considerada a maior atração do Sampa Jazz, festival que começa amanhã, sexta-feira, no Auditório Ibirapuera.

O guitarrista holandês Jan Akkerman

O guitarrista holandês Jan Akkerman

Nascido em Jordan, Amsterdam, em 24 de dezembro de 1946, teve as primeiras aulas de guitarra, aos cinco anos. Com apenas 11 anos, no início de 1958, formou sua primeira banda, Johnny and The Cellar Rockers, ao lado do futuro companheiro de Focus, Pierre Van der Linden, e aos 14 anos lançou seu primeiro single.

Foi membro ainda do The Hunters e da Brainbox. Em 1969, une-se ao Thijs van Leer Trio, daí resultando a formação do Focus, que alcançaria as paradas no mundo todo, especialmente com a canção Hocus Pocus. Após a eleição da Melody Maker, suas memoráveis performances levaram-no a formação da parceria com a fabricante Framus, produzindo um dos primeiros modelos de guitarra assinados por um astro do rock.

Em 1976, após um impressionante álbum solo, “Tabernakel”, virtuosístico e erudito, Akkerman deixa a Focus e continua sua carreira de solista e em colaborações com outros artistas.

O Sampa Jazz tem ainda como atrações o grupo holandês The Ploctones, liderado pelo guitarrista Anton Goudsmit,  e os marroquinos do Imourane Quarte, que tocam com o Grupo Benjamim Taubkin.

Também nesta sexta-feira a atração é Peter Frampton, no Via Funchal. Divulgando seu novo álbum, “Thank You, Mr. Churchill”, recheado de passagens autobiográficas, o guitarrista mostrará toda a sua técnica e seu feeling blueseiro que remetem a 40 anos de carreira.

O guitarrista inglês Peter Frampton

O guitarrista inglês Peter Frampton

Frampton começou fazendo rock psicodélico na banda inglesa The Herd em 1967, mas dois anos depois criou o Humble Pie com outro guitarrista, Steve Marriott, que saíra do Small Faces. O sucesso foi estrondoso até 1972, quando os egos dos guitarristas trombaram.

Em carreira solo, vendeu mais dez milhões de álbuns entre 1974 e 1980, principalmente com o duplo ao vivo “Franpton Comes Alive”. Em baixa nos anos 80, recuperou-se dos excessos e da falta de criatividade ganhou um prêmio Grammy ( o Oscar da música) em 2007 com o CD “Fingerprints”.

No final de semana, a atração é a banda alemã Scorpions, que está em turnê mundial de despedida – seus integrantes anunciaram o fim no começo do ano. Serão duas apresentações, sábado e domingo, no Credicard Hall.

Com CD novo, “Sting in the Tail”, o quinteto celebra 40 anos de rock pesado e sucesso absoluto, com mais de 50 milhões de álbuns vendidos. Existe a possibilidade de a turnê mundial de despedida retorne ao Brasil no final de 2011 ou começo de 2012, mas é bom não arriscar: Scorpions faz um dos melhores shows possíveis na atualidade.

Os alemães do Scorpions

Os alemães do Scorpions

Sampa Jazz

Datas: dias 17, 18 e 19 de setembro de 2010
Horário: sexta e sábado, 21h – domingo, 19h
Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada)
Classificação Indicativa: Livre

AUDITÓRIO IBIRAPUERA
Capacidade: 800 lugares
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Portão 2 do Parque do Ibirapuera.
 

Peter Frampton

Via Funchal – Rua Funchal, 65 – Sexta-feira, às 22 horas.

Scorpions

Credicard Hall – Av. Nações Unidas (Marginal Pinheiros), 17.955 – Sábado e domingo, às 22h

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.