Roger Waters estaria arrependido de ter processado ex-companheiros de Pink Floyd

Estadão

26 Setembro 2013 | 12h00

Jean Tonsig – Rádio Eldorado

O ex-Pink Floyd, Roger Waters afirmou se arrepender de ter ido à Justiça contra os ex-companheiros de banda por utilizarem o nome do grupo. Em entrevista a um programa da BBC, que ainda não foi ao ar, Waters admitiu que o que fez foi errado e que foi uma das poucas vezes em que a lei lhe ensinou algo.

O músico deixou a banda em 1985 e, em seguida, processou o baterista Nick Mason e o guitarrista David Gilmour por continuarem usando músicas da banda e o nome Pink Floyd. O acordo entre eles só foi feito dois anos mais tarde, em 1987. Na mesma entrevista, Roger Waters revelou planos de lançar novo álbum solo, o primeiro desde Ça Ira, de 2005.


(Reprodução)

Mais conteúdo sobre:

Pink FloydRoger Waters