Rock pesado no Caribe

Estadão

28 de dezembro de 2010 | 16h30

Marcelo Moreira

Os norte-americanos também terão o seu “Cruzeiro do Metal”, só que com um itinerário mais sofisticado. O “70000 tons of Heavy Metal” foi criado por produtores canadenses para colocar 2 mil fãs dentro de um transatlântico, com direito a escolher entre 40 shows de grupos de heavy metal.

O cruzeiro parte de Miami, na Flórida, no dia 24 de janeiro, passa por Cozumel, no México, e retorna a Miami no dia 28. Custa US$ 1 mil – cerca de R$ 1.700.

SAxon será uma das atrações principais do 70000 tons of Metal

Promovido pela Ultimate Cruises, empresa sediada em Vancouver, no Canadá, o evento ocorrerá no transatlântico Majesty of the Seas, que tem 12 andares e pesa 70 mil toneladas – daí, o nome do cruzeiro: 70000 tons. O gigante pertence à multinacional Royal Caribbean.

O elenco de músicos convocados para tocar em alto mar no Caribe é de primeira qualidade e tem barulho bom para todos os gostos. Vai do heavy tradicional ao speedy metal, do thrash ao death metal, do doom ao splatter metal.

A atração principal é um ícone da New Wave of British Heavy Metal, os ingleses do Saxon (foto), que comemoram 35 anos de carreira e que devem agitar o palco do navio com seu habitual show de 3 horas de duração. O vocalista Paul Byff Byfford afirmou, ao site Blabbermouth, que o Cruzeiro do Metal certamente será a experiência mais inusitada em suas três décadas de rock.

O classic rock estará representado pelo guitarrista alemão Uli Jon Roth, ex-integrante da banda Scorpions, e pelo grupo inglês Trouble. O death metal terá os suecos do Amon Amarth e do Dark Tranquility e dos americanos do Obituary. Para quem gosta mais de thrash metal, haverá os alemães do Sodom e os norte-americanos do Testament, do Exodus, do Forbidden e do Death Angel.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.