Rara foto de Lennon e McCartney resgata uma lenda

Uma foto tirada em 1974 resgata um fato esquecido no tempo: um raro encontro entre John Lennon e Paul McCartney, numa época de muita turbulência na amizade entre os parceiros dos Beatles. Foi na casa de Harry Nilsson, em Los Angeles, que resultou numa jam session entre amigos (até Ringo estava lá)

Estadão

12 de setembro de 2010 | 08h30

Paul McCartney entre John Lennon e Harry Nilsson em raríssima foto de 1974 (Foto: reprodução do site beatlephotoblog)

Paul McCartney entre John Lennon e Harry Nilsson em raríssima imagem de 1974 (Foto: reprodução do site beatlephotoblog)

 

Lúcia Camargo Nunes

Uma foto e o resgate de uma lenda (verdadeira) após 36 anos. Esta imagem divulgada por um blog americano mostra John Lennon e Paul McCartney juntos nos anos 70.

Segundo comentários do blog, a foto foi tirada em 1º de abril de 1974 numa festinha na casa que Harry Nilsson (cantor e compositor americano, morto em 1994) dividiu com John Lennon, em Los Angeles. Nessa época, John estava separado de Yoko Ono.

A foto teria sido encontrada recentemente numa caixa de fotos que pertencia a Harry Nilsson.

Os Beatles haviam se separado em 1970. Além das rusgas entre as esposas, Yoko Ono e Linda McCartney, Lennon e McCartney trocavam farpas via imprensa e até musicalmente durante essa década. No álbum Ram, de 1971, por exemplo, Paul escreveu a música ‘Too Many People’ na qual ele criticava o ex-parceiro por ser iludido pela mulher: “Muita gente pregando práticas/Não deixe eles lhe dizerem o que você quer ser”, dizia parte da letra.

John respondeu com a música ‘How do you Sleep’, do álbum Imagine, também de 71: “A única coisa que você fez foi Yesterday/E desde que se foi, você é apenas um outro dia” (em referência a Another Day, em inglês, sucesso de Paul na época). Lennon ainda satirizou uma foto de Paul, na qual o ex-parcerio segurava um carneiro na capa de seu disco: John fez foto na mesma pose, mas com um porco.

Fala-se também que Ringo Starr estava na mesma casa naquele dia. Desse encontro entre amigos, incluindo ainda Keith Moon, baterista da banda The Who, os músicos fizeram uma jam session, que resultou num disco pirata chamado ‘A Toot and a Snore in 74’.

Muitas lendas envolvem o relacionamento de Lennon e McCartney nos anos 70, de encontros e desencontros. Esse teria sido um raro encontro entre eles.

 

Aqui é possível reconhecer facilmente John e Paul na faixa Stand By Me:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.