Rápidas do metal nacional

Estadão

27 de maio de 2011 | 17h00

Marcelo Moreira

– A banda gaúcha de prog/power metal DAYDREAM XI disponibilizou para download seu novo single, intitulado “The Guts of Hell”, além de um vídeo clipe para a faixa, contendo cenas das gravações. 

Sobre o single a banda comentou: “O single The Guts of Hell mostra um pouco do que a galera pode esperar do Daydream XI nos próximos trabalhos. A banda a escolheu como música de trabalho por ser mais direta, rápida, pesada e com um refrão marcante e de fácil assimilação. O vídeo foi feito a partir de cenas da própria gravação e produzido pela própria banda, buscando um caráter documental, onde pudéssemos mostrar o Daydream XI no estúdio. Estamos trabalhando bastante com as guitarras de sete cordas e desenvolvendo coisas diferentes do que vínhamos fazendo até agora. As composições estão mais pesadas e com mais elementos progressivos em relação ao EP Humanity’s Prologue, mas mantendo todas as características que identificam a banda.”

Para baixar o single e assistir o vídeo clipe visite a página do Daydream XI no MySpace em www.myspace.com/daydreamxi ou confira o vídeo clipe diretamente no YouTube através do link http://www.youtube.com/watch?v=coqwzfADRO4

– Em recente viagem à Europa, Tatiana Berke, a nova vocalista do Ravenland, foi entrevistada pela Ravenheart Music, gravadora inglesa responsável pelo lançamento e distribuição do CD do grupo em território europeu. A entrevista é a primeira concedida por Berke e foi conduzida por Dave Smith, que mostrou aos fãs um pouco da nova frontwoman que dividirá os vocais com Dewindson Wolfheart e revelou a capa do novo EP, “Memories”, desenvolvida pelo artista brasileiro Jean Michel, da Designations Artwork.  

Ravenheart Music: Como você se juntou ao Ravenland?

Berke: Eu estava longe do cenário musical por mais ou menos três anos devido ao meu trabalho que consumia todo meu tempo, mas quando tudo se acalmou e se estabilizou eu decidí retornar à música e francamente eu estava perdida porque três anos longe da cena faz você perder todo seu contato, é quase como uma outra vida! Mas eu estava falando com um amigo pessoal meu, Jaime Abreu, que eu gostaria de ter novamente uma banda. Ele me falou que meu retorno era uma boa escolha e talvez pudesse me ajudar porque sabia de uma boa banda cuja vocalista havia saído recentemente, então menos de dois dias depois Dewindson me ligou e conversamos bastante. Tudo foi muito rápido, a mesma semana eu já estava tentando cantar as músicas. Nós fizemos alguns ensaios e aqui estou! 

Ravenheart Music: O fato de você se juntar à uma banda  te deixa nervosa? 

Berke: Sim, bastante na verdade! Eles já tinham dividido o palco com bandas que eu admiro e especialmente porque Camilla é muito amada pelos fãs. Eu espero que eu também tenha este carinho. De qualquer modo me falaram para imaginar que sou a Madonna, e o nervosismo derreterá (risos). 

Ravenheart Music: Quando você está relaxando que tipo de música você ouve? 

Berke: Eu gosto de diversos estilos de música, de Loreena McKennitt à Ulver, mas assim como todos eu tenho alguns artistas preferidos que escuto com maior frequência, é quase como uma religião pra mim. Estes artistas são: A Perfect Circle, Kari Rueslatten, Tori Amos e Anathema.

Tudo o que sabemos sobre:

Ravenland

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.