Público enfrenta problemas para comprar ingressos para o Lollapalooza

Estadão

22 de novembro de 2011 | 15h48

Juliane Freitas – estadão.com.br

Aberta na madrugada desta terça-feira, 22, a pré-venda para os ingressos do Lollapalooza está congestionada desde cedo. O público reclama em massa nas redes sociais por não conseguir comprar as entradas para o festival, que anuncia 50 atrações, entre elas a banda Foo Fighters, nos dias 7 e 8 de abril, em São Paulo.

Veja também:
link Brasileiros pagam mais que o dobro em ingressos para o Lollapalooza
link Lobão recusa convite e promovo boicote ao Lollapalooza
link Foo Fighters e Arctic Monkeys são confirmados no festival

 - Mario Anzuoni/ Reuters
Mario Anzuoni/ Reuters

site oficial do evento traz a seguinte mensagem: “Os ingressos para o festival Lollapalooza já estão disponíveis. O volume de acessos neste momento está muito alto! Aguarde um momento, em breve seu acesso será liberado para realização da compra”.

Desde esta terça estão liberados ingressos para 60 mil pessoas que se cadastraram no site do Lollapalooza, com direito a comprar em primeiro lote as entradas para os dois dias de shows no valor de R$ 500. As taxas de conveniência chegam a somar R$ 115, acrescidas ao valor da entrada, com desconto de 50% para estudantes. Além disso, não é possível comprar entradas para apenas um dia.

“Consegui comprar o ingresso depois de uma hora. Começou com lentidão, o site caiu, depois não autenticava a senha, depois dava erro”, contou Eduardo Perdigão. Ele revela ainda que pagou a entrada completa e que, além da taxa de R$ 100 reais, para retirar o ingresso nos postos autorizados são cobrados R$ 5 e para entrega em casa, R$ 15.

Keka Muniz foi vencida pelos problemas no servidor do site do Lollapalooza e não conseguiu as entradas. “Tentei ontem, comecei à meia-noite. O site tava super complicado. Tive que colocar a senha várias vezes, mas não consegui passar da página de cadastro. Tentei falar com o Fale Conosco mas não consegui. Fiquei com medo de perder tempo falando com eles e os ingressos acabarem, então acabei não conseguindo uma coisa nem outra”.

Além disso, alguns cadastrados no site do evento reclamam que não receberam o e-mail com a senha para comprar o ingresso antecipadamente.

A organização do Lollapalooza publicou em sua conta oficial no Twitter (@lollapaloozabr) no início da madrugada que já estava resolvendo o problema. Procurada pela reportagem no começo desta tarde, a assessoria de imprensa do evento declarou que ainda iria apurar as queixas.

Vazamento

No começo da madrugada, os dados dos usuários que haviam comprado ingressos ficaram disponíveis pra todos que acessavam a página de compras do Lollapalooza. Usuários capturaram imagens da tela, que exibia nome completo, CPF e tipo da entrada comprada em uma grande lista.O problema já foi corrigido.

Preços

 

O alto preço divulgado para os dois dias de festival para os clientes beneficiados pela pré-venda é chamado de promocional pelo Lollapalooza e considerado acessível pelos organizadores, de acordo com declaração em coletiva de imprensa na manhã desta segunda.

Comparativamente, no entanto, com a edição do mesmo festival no Chile, os preços estão altos. Também em pré-venda, os ingressos estão sendo vendidos no país a 60.000 pesos chilenos para os dois dias, o que equivale a cerca de R$ 209, ou pouco mais de R$ 100 para cada dia.

O valor também supera os do SWU (R$ 250), Rock In Rio (R$ 190 por dia) e Planeta Terra (R$ 160 nos primeiros lotes).

 

Polêmicas

 

O Lollapalooza chegou ao Brasil marcado por polêmicas, a começar por um vídeo divulgado na internet no último sábado pelo cantor Lobão, alegando que recusou o convite para tocar no evento por a organização do festival ter, supostamente, imposto que sua apresentação acontecesse entre as 10h e às 15h, o que foi considerado um desprestígio aos artistas brasileiros pelo cantor, que porpôs um boicote ao festival.

Os produtores do festival rebateram a crítica, afirmando que os shows nacionais serão intercalados com os internacionais durante o dia todo.

O Lollapaloza acontece em 7 e 8 de abril no Jóquei Club, em São Paulo. As atrações do festival, organizado pelo músico Perry Farrel, vocalista do Jane’s Addiction, foram divulgadas nesta terça em uma coletiva em São Paulo. Além do Foo Fighters, Arctic Monkeys, Joan Jett and the Blackhearts, Friendly Fires, Cage The Elephant, Foster The People, Skrillex, O Rappa, Velhas Virgens e Plebe Rude estão entre as atrações.

O modelo criado por Farrel é um sucesso em Chicago, nos Estados Unidos, e, pela primeira vez este ano, contou com uma edição no Chile, que se repetirá em 2012.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: