Please Please Me: os Beatles nascem de verdade – parte 4

Estadão

31 de março de 2013 | 12h00

Irapuan Peixoto – site HQRock

O lançamento do álbum

Contracapa do álbum.

Contracapa do álbum.

O álbum Please Please Me reuniu aquelas 10 faixas às quatro canções já lançadas nos dois compactos anteriores, fechando, como era padrão na época, 14 músicas nos dois lados do LP.

A capa foi fotografada por Angus McBean, um distinto fotógrafo que trabalhava para a família real. Na impossibilidade da fazer as fotos no Zoológico de Londres – porque a administração colocou muitos empecilhos – o grupo foi registrado no próprio prédio de escritórios da EMI, na Manchester Square, em Londres. As mais famosas fotos foram tiradas na escadaria frontal do edifício e na galeria das varandas internas, estas as quais escolhidas para a capa.

A coletânea 62-66: sucesso até hoje.

A coletânea 62-66: sucesso até hoje.

Hoje a capa é considerada expressiva, a primeira dentre as várias capas fortes da banda. A imagem também ilustrou a coletânea The Beatles 1962-1966, lançada em 1973 com muito sucesso.

Please Please Me chegou às lojas britânicas no dia 22 de março de 1963 e, antecipada pelo compacto de mesmo título, teve um caminho rápido ao topo das paradas britânicas. Foi galgando posições até atingir o número 01 no início de maio. E logo de cara foi batendo recordes: ficou 30 semanas no primeiro lugar das paradas britânica! E só perdeu a posição em agosto daquele ano, justamente para o segundo álbum da banda, With the Beatles. Por causa disso, o ano de 1963 só teve três álbuns no topo das paradas e dois deles foram dos Beatles.

Chegando aos EUA

A versão americana de Please Please Me.

A versão americana de Please Please Me.

Os Estados Unidos não estavam nem aí para o rock britânico. Por isso, a subsidiária da EMI no país, a Capitol Records, sequer cogitou lançá-los por lá. Assim, o produtor George Martin e o empresário Brian Epstein assinaram um contrato com a pequena gravadora Vee-Jay. Ainda assim, Please Please Me teve o título trocado para o genérico e sem graça Introducing… The Beatles, saindo quase um ano depois, em janeiro de 1964.

Além disso, o mercado fonográfico norteamericano era mais ávido do que o inglês. Assim, em vez das 14 faixas, Introducing só tinha 12. A Vee-Jay teve a “brilhante ideia” de deixar de fora justamente o compacto Please please me e Ask me why. Por algum motivo obscuro, um mês depois, em fevereiro, a gravadora lançou outra versão do mesmo disco, só que com aquelas duas faixas no lugar de Love me do e PS I love you. Então, existiam duas versões do disco no mercado.

O álbum Please Please Me tal qual foi concebido para o Reino Unido só foi lançado nos EUA em 1975, quando a EMI universalizou o catálogo dos Beatles no mundo todo, acabando com as versões regionais que eram comuns até então. Seu lançamento em CD se deu em 1987.

Brasil

A versão brasileira (e mutilada) de Please Please Me.

A versão brasileira (e mutilada) de Please Please Me.

Please Please Me, em sua forma original, não foi lançado no Brasil nos anos 1960. Como de costume, a banda só aportou no país após o sucesso nos EUA. Desse modo, o primeiro álbum dos Beatles lançado no Brasil foi chamado Beatlemania, trazendo em sua maior parte o conteúdo do With The Beatles, o segundo disco britânico. Algumas das faixas de Please Please Me foram lançadas em um álbum chamado Beatles Again, já em 1964.

O Brasil só conheceu o Please Please Me original em 1975, quando o catálogo da banda foi universalizado.

O show deve continuar

Quando Please Please Me chegou às lojas britânicas, em março de 1963, na verdade, os Beatles já estavam trabalhando em outros materiais. O terceiro compacto, From me to you e Thank you girl, já havia até sido gravado!

A banda prosseguiu com o seu sucesso cada vez mais crescente. Primeiro no Reino Unido, depois no resto da Europa e, por fim, atingiram os Estados Unidos em fevereiro de 1964, quando a canção I want to hold your hand chegou ao primeiro lugar das paradas daquele país. Aos EUA coube espalhar o sucesso da banda pelo mundo. Era o início da beatlemania

Legado

McCartney e Lennon mudaram o panorama da música mundial.

McCartney e Lennon mudaram o panorama da música mundial.

A importância do disco está em seu marco histórico, mas também em sua qualidade. Muito embora, o disco seguinte, With The Beatles, seja melhor, o álbum Please Please Me é cheio de grandes qualidades. Primeiramente, a banda é enérgica e seu som é muito bem preenchido dentro do escopo sonoro, um diferencial da banda desde sempre. Por isso, não soa tão datado, mesmo 50 anos depois.

Além da qualidade das canções, chama a atenção o fato de metade do disco ser composto por composições de John Lennon e Paul McCartney, que era um feito inédito para a época. Naquele tempo, havia uma divisão entre compositores profissionais e músicos e cantores profissionais. Nenhum cantor de sucesso cantava suas próprias composições.

Visto à distância, o álbum chega a ser “engolido” pelo fenômeno cultural que desencadeou – o sucesso esmagador dos Beatles, a Invasão Britânica, o surgimento do rock tal qual o conhecemos – mas uma audição mostra a força de algumas canções, especialmente a faixa-título, I saw her standing there, There’s a place e Twist and shout.

Tudo o que sabemos sobre:

Beatles

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: