Paul Di'Anno, ex-Iron Maiden, é preso na Inglaterra

Estadão

11 de março de 2011 | 17h27

Marcelo Moreira, com agências internacionais

Paul Di’Anno, ex-vocalista do Iron Maiden, foi preso nesta sexta-feira por fraudar em 45 mil libras (equivalente a cerca de R$ 120 mil) do sistema previdenciário do Reino Unido ao alegar incapacidade para trabalhar.

O cantor alegou que não podia mais trabalhar após sofrer danos nos músculos das costas, mas uma investigação da polícia, aberta após uma denúncia anônima no ano passado, encontrou pela internet diversos vídeos e fotos de Di’Anno se apresentando normalmente.

O músico passa boa parte do ano no Brasil e realizou duas miniturnês pelo país no ano passado, inclusive com diversos vídeos divulgados no YouTube.  Segundo a sentença do juiz, “a personalidade pública do cantor não é relevante e sua ganância custou muito dinheiro à Grã-Bretanha. Foram reivindicações por muito tempo e por um custo alto. Em 2002 você começou a reivindicar benefícios, e está claro que você já estava trabalhando.” 

Di'Anno em entrevista à TV Estadão em 2010 (FOTO: MARCELO MOREIRA)

Segundo o jornal britânico “Daily Mail”, Di’Anno, de 52 anos foi condenado a nove meses de reclusão, mas deve cumprir ao menos quatro meses e meio. O cantor já havia sido preso em 1991, por porte ilegal de armas e drogas na Inglaterra. Anos depois, também foi detido em Los Angeles por conta do envolvimento com gangues de rua.
Considerado o mais punk dos vocalistas de heavy metal da Inglaterra, começou a cantar com o Iron Maiden no final de 1978 e gravou os dois primeiros álbuns do grupo, “Iron Maiden” (1980) e “Killers” (1981), além do EP ao vivo “Maiden Japan” (1981).
Expulso da banda por problemas com álcool e drogas, além das brigas constantes com o baixista e líder Steve Harris, tentou manter-s ena música nos anos 80 montando as bandas Killers e Battlezone, sem muito sucesso. Nos anos 90, iniciou de fato uma carreira solo irregular, marcada por poucos álbuns com músicas próprias e CDs ao vivo caça-níqueis com músicas de sua época de Iron Maiden.
Mesmo residindo oficialmente na Inglaterra, ainda mantém endereço em São Paulo, onde chegou a morar por mais de ano no início dos anos 2000. Costuma ficar por aqui de três a quatro meses por ano excursionando com frequência pela América do Sul com músicos de apoio brasileiros e argentinos.
Não deixa de ser uma grande atração quando toca em locais que não são capitais, pois não é todo dia que uma lenda viva do metal toca em lugares como Catanduva, Sorocaba, Araraquara, Londrina e Santos, entre outros locais. Agora, no entanto, Di’Anno só poderá tocar por aqui e ver o seu Corinthians no Pacaembu em 2012, na melhor das hipóteses.

Tudo o que sabemos sobre:

Iron MaidenPaul Di'Anno

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.