O melhor do Deep Purple ao vivo em relançamentos de luxo

Estadão

17 de agosto de 2011 | 07h00

Marcelo Moreira

Não são poucos os que consideram o álbum duplo “Made in Japan”, de 1972, do Deep Purple, como o melhor álbum ao vivo da história (para mim está entre os cinco mais, sendo o melhor “Live at Leeds”, do Who). Há até quem prefira ouvir Deep Purple ao vivo do que no estúdio.

Para estes, a notícia é a melhor possível. A gravadora Eagle Rock pretende relançar até o final do ano um pacote com alguns dos mais interesantes álbuns ao vivo da banda, todos lançados depois que a banda havia acabado  em 1976 – só foi retornar em 1984.

O mais empolgante deles é “Scandinavian Nights”, que registra a pequena turnê que o Deep Purple fez pela Dinamarca e pela Suécia em 1970. Também é conhecido como “Live in Stockholm”, pois foi esse o nome que recebeu em alguns países quando foi lançado em CD em 1988.

A banda está no auge de seu vigor físico, mostrando um rock pesado que até assustava na época, ultrapassando muitas vezes em ferocidade e energia as melhroes bandas ao vivo da época, o Led Zeppelin, o Who e os Rolling Stones. São somente sete músicas, mas mostram o que estava por vir no excelente “Made in Japan”.

A quilométrica “Mandrake Root” traz solos intermináveis de todos os integrantes, com passagens dignas do melhor jazz – cortesia das influências do baterista Ian Paice. O guitarrista Ritchie Blackmore e o tecladista Jon Lord aproveitam para destilar um pouco de suas influências eruditas. Mas o peso domina todo o trabalho.

“Child in Time” estreava em turnês na Escandinávia e traz o cantor Ian Gillan mostrando técnica e feeling inacreditáveis para quem estava havia pouco menos de um ano na banda. “Paint it Black”, dos Rolling Stones, serve como aperitivo pesado para um show de técnica de Ian Paice nas baquetas.

“In Concert” é a reedição do vinil duplo lançado em 1980 contendo shows gravados especialmente para a rádio BBC de Londres entre 1970 e 1972. Eles tocam ao vivo nos estúdios da emissora, mas há também registros de shows em Londres, no Paris Theatre. O destaque vai para a nunca tocada em shows “Never Before”, do álbum “Machine Head”. 

Já “Live in London” e “Mk III Final Concerts” trazem momentos importantes com a terceira formação da banda, com David Coverdale (vocais) e Glenn Hughes (baixo e vocais) substiuindo Ian Gillan e Roger Glover, respectivamente. Ritchie Blackmore ainda participava da banda, embora totalmente insatisfeito com os rumos “soul” e “bluesy” que a banda tomava.

“Live in London” registra um show de 1974, com a formação divulgando o álbum “Burn”. É o auge daquele período, mostrando entrosamento perfeito em clássicos como “Burn” e “Mistreated”, além de uma versão magistral de “Smoke on the Water”, com um dueto maravilhoso entre Coverdale e Hughes.

“Mk III – The Final Concerts” é o registro de shows realizados na turnê do álbum “Stormbringer”, também de 1974. Enfoca trechos de apresentações entre março e abril de 1975 na Europa, que marcam os últimos com Blackmore na guitarra – ele anunciara no finm de março que deixaria a banda ao final da turnê. Um certo cansaço dominava os integrantes, com resultados irregulares explícitos e um tom arrastado na execução de temas longos, como “You Fool No One”.

É um bom trabalho, mas, se puder, prefira “Live in Paris 1975”, lançado em CD no começo dos anos 2000 – por enquanto fora do pacote. Esse registro é realmente a última apresentação de Blackmore com a banda, no dia 7 de abril. O áudio está em melhores condições e o baixo astral não existe, ao contrário de alguns momentos de “Mk III – The Final Concerts”.

Imagem

* Scandinavian Nights

 Disco 1

Wring That Neck
Speed King
Into the Fire
Paint It Black

Disco 2

Mandrake Root
Child in Time
Black Night

Imagem

* In Concert 1970-1972

Disco 1

Speed King
Child in Time
Wring That Neck
Mandrake Root

Disco 2

Highway Star
Strange Kind of Woman
Maybe I’m a Leo
Never Before
Lazy
Space Truckin’
Smoke on the Water
Lucille

Imagem

Live in London

Disco 1

Burn
Might Just Take Your Life
Lay Down Stay Down
Mistreated
Smoke on the Water

Disco 2

You Fool No One
Space Truckin’

Imagem

MK III: The Final Concerts

 Disco 1

Burn
Stormbringer
Gypsy
Lady Double Dealer
Mistreated
Smoke on the Water
You Fool No One

Disco 2

Space Truckin’
Goin’ Down
Mistreated
You Fool No One

 

Tendências: