O Angra 'acabou' por algumas horas…

Estadão

27 de setembro de 2011 | 14h30

Marcelo Moreira

A informação pegou todo mundo de surpresa: o Angra se separou assim que encerrou sua apresentação no Rock in Rio 2011, nos camarins. A divulgação da notícia, na tarde desta segunda-feira, gerou uma série de boatos e histórias fantasiosas que chegaram a ser publicadas em sites de música no mundo inteiro como se fossem verdadeiras.

Contribuiu o fato de que os membros da banda demoraram para responder e desmentir. E usaram um meio pouco adequado para isso: o Twitter, que perde importância cada vez mais para o Facebook.

Os desmentidos, ainda que tardios, foram incisivos: Felipe Andreoli (baixista) e Edu Falaschi (vocalista) ironizaram a informação e vociferaram contra os que eles achavam que tinham sido os “disseminadores do boato”.

Edu Falaschi e Raphael Bittencourt, do Angra (Foto: EVELSON DE FREITAS/AGENCIA ESTADO/AE)

Já os administradores oficiais das contas do site da banda também se apressaram em desqualificar a informação, que, ao que tudo indica, surgiu em um texto no blog de um jornalista com certo trânsito no meio musical paulista e foi amplificado com reprodução da informação na íntegra pelo ótimo site Whiplash.

O texto que supostamente teria originado a informação do fim do Angra traz muito de opinião e quase nenhuma informação. Diz que o clima entre os integrantes “já não era bom faz tempo” e que a apresentação do Rock in Rio, “a pior da história da banda” ( discordo totalmente) seria um reflexo desse estado de coisas, com “Edu Falaschi cantando deliberadamente de má vontade”.

O texto é curto e carente de informações que embasem a “notícia”. Quase tudo remete a “informações de bastidores” que não se confirmam com o desenrolar do texto. Não traz motivos, não traz declarações, mesmo que em off (sem identificar o autor) e sem contextualizar o suposto histórico recente “conturbado” do Angra.

Seja como for, não dá para cravar que a notícia do fim do Angra é mentirosa, mas muito menos é possível afirmar que a banda realmente acabou. A questão é que este aparente factoide gerou problemas sérios para muita gente. Resta agora aos integrantes da banda serem ainda mais contundentes nos desmentidos e colocar um ponto final nesta história.

Leia aqui os desmentidos dos integrantes do Angra, em texto do Whiplash.

Leia aqui o suposto texto que originou tod a aonda de boatos sobre o fim da banda.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: