Novo filme dos Rolling Stones será exibido hoje em São Paulo

Estadão

11 de novembro de 2011 | 06h33

Pedro Antunes

Os Rolling Stones não estavam tão bem assim. O movimento punk rock dos anos 70 despontava com força e fez com que Mick Jagger, Keith Richards e companhia parecessem um bando de milionários que já passavam dos 30 e agiam como adolescentes.

O disco Some Girls veio para mudar isso em 1978. Estreou em primeiro lugar nos Estados Unidos e assim se manteve por 82 semanas consecutivas. O grupo se rendeu à crueza do punk, deixando a sonoridade mais suja, apesar de manter, aqui ou ali, alguns arpejos do blues, principal influência do dueto das guitarras de Richards e Ron Wood.

Na noite quente de 18 de junho, a banda chegou à cidade de Fort Worth, no Texas (EUA). Para um público variado, de hippies a roqueiros, os Stones fizeram um show mais quente ainda.

O registro daquela apresentação será transmitido em três salas de cinema da rede UCI, em São Paulo, hoje e amanhã, sempre às 21h, e em outras sete capitais.

Oportunidade para ver os Stones reerguidos e em plena forma. A exibição segue a linha dos shows que invadem as salas de cinema, mas, desta vez, com um gostinho de antiguidade – não de avanços tecnológicos, como foi com o show do Red Hot Chili Peppers, transmitido ao vivo para as telonas do mundo todo em outubro.

Ron Wood (esq.) e MIck Jagger em cena do filme Some Girls, dos Rolling Stones, filmado em 1978 (FOTO DIVULGACAO)

Todas as imagens foram tratadas e o som, repaginado com tecnologia 5.1. Ainda é pouco para um material captado há 33 anos. A imagem obviamente fica granulada, algo que pode ser visto como um charme vintage para alguns. O som poderia ser mais alto e mais claro. Mas não se pode desprezar o trabalho do engenheiro Bob Clearmountain, sujeito com discos do perfeccionista Paul McCartney no currículo, que buscou as fitas originais do show.

Mick Jagger está no auge de sua forma física. Magrelo, ele remexe o esqueleto de forma toda desengonçada. Rebola a cada solo, no tempo das batidas da bateria de Charlie Watts, com a destreza de uma alemã colocada pela primeira vez num galpão de escola de samba carioca na véspera do carnaval. E, surpreendentemente, aquelas nádegas murchas levam as mocinhas da plateia à loucura.

As estrelas do show são Jagger, Keith Richards e Ron Wood. Os guitarristas são opostos: Richards passa o tempo todo de cara fechada, enquanto Wood é todo sorridente, até mesmo quando é apalpado por Jagger.

A apresentação tem clássicos do disco de 1978, como as deliciosas When The Whip Comes Down, Miss You, Just My Imagination (Running Away with Me), e outros hits da carreira. Só não se assuste com o tamanho da boca de Mick Jagger. Na telona, ela fica monstruosamente maior do que o normal. 

DIVIRTA-SE

Rolling Stones – ‘Some Girls’

Shopping Jardim Sul

Av. Giovanni Gronchi, 5.819, Morumbi. Sala 1. Hoje e amanhã, às 21h. R$ 26 (inteira).

Shopping Anália Franco

Av. Regente Feijó, 1.759, Anália Franco. Sala 8. Hoje e amanhã, às 21h. R$ 25 (inteira) 

 Santana Parque Shopping

R. Conselheiro Moreira de Barros, 2.780, Santana. Sala 4. Hoje e amanhã, às 21h. R$ 22 (inteira)

Tudo o que sabemos sobre:

Keith RichardsMick JaggerRolling Stones

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: