Notas roqueiras: Symbols, Matanza…

Estadão

13 de novembro de 2012 | 12h00

 Marcelo Moreira

– Livre do Angra, o vocalista Edu Falaschi desengavetou uma série de projetos em 2012 para estabelecer seu nome como artista solo e empreendedor. A banda Almah se tornou a sua prioridade, ao mesmo tempo em que inaugurou o estúdio Do It! ao lado do irmão Tito, também músico e cantor. Para encerrar o ano, talvez inspirado pela volta comemorativa do Viper, decidiu encampar a volta temporária da banda Symbols, um dos grandes nomes do metal brasileiro dos anos 90. Falaschi confirmou que se apresentará ao lado da formação clássica do Symbols em São Paulo, no próximo dia 23 de dezembro. O evento acontecerá no Manifesto Rock Bar, às 18h, e contará com um repertório voltado para os dois lançamentos do saudoso grupo paulista, os álbuns “Symbols” (1998) e “Call to the End” (2001), que contou com a seguinte formação: Edu Falaschi (vocal), Tito Falaschi (baixo e vocal), Demian Tiguez (guitarra), Rodrigo Arjonas (guitarra) e Rodrigo “Indian” Mello (bateria).

Formação clássica do Symbols

Serviço:

Symbols – Show Comemorativo de Aniversário de 15 Anos

Data: 23 de dezembro (domingo) Local: Manifesto Rock Bar Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi Horário: 18h00 Cidade: São Paulo/SP Ingressos: Não Informado Informações: 11 3168-9595

 – “Thunder Dope”, o novo projeto do Matanza, será lançado neste mês, e trará uma releitura de um material antigo do Matanza que, por algum motivo, acabou de fora do repertório dos álbuns.  “Não se trata de sobra de estúdio, mas de músicas que ficaram incompletas, acabaram esquecidas, mas que, de alguma forma, foram importantes pra que viéssemos a entender o nosso próprio som”, diz o guitarrista Marco Donida. Além das faixas que originalmente pertenceram às demos de 1998 e 1999 (“Terror em Dashville” e “De Volta à Tombstone”), o álbum traz versões de músicas que nunca haviam tido um registro e de outras que sequer haviam ganhado arranjo. “Thunder Dope é um projeto que documenta anos de “ensaio e erro” dentro de um processo de criação que até hoje nos deixa as roupas fedendo a whisky…”, diz Donida. Gravado no Estúdio Tambor com produção de Rafael Ramos, “Thunder Dope” será lançado pela Deck. Os shows de lançamento acontecem durante as edições do primeiro Matanza Fest em Porto Alegre (RS) dia 02/12, em Curitiba (PR) dia 07/12, Brasília 08/12, Rio de Janeiro 14/12 e São Paulo 15/12.

 

Matanza

 

Tudo o que sabemos sobre:

AlmahAngraEdu FalaschiMatanzaSymbols

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.