Música 'São Paulo', do 365, é a cara da capital; escute com o Ultraje a Rigor

Estadão

25 de janeiro de 2012 | 06h21

da equipe Combate Rock

 

E não é que a música do 365 ganhou a enquete realizada pelo Combate Rock como a música que é cara de São Paulo? “São Paulo” teve a concorrência forte de músicas como “Pânico em SP”, dos Inocentes, “Pobre Paulista”, do Ira!, “São Paulo, São Paulo”, do Premeditando o Breque, da “Trilogia da Vila Madalena”, do Língua de Trapo, e de canções do Joelho de Porco, TomZé, Rita Lee e outros lembrados pelos leitores do blog.

A escolha dos leitores, coincidentemente, bateu com a decisão de uma grande banda paulistana de gravar uma música que fosse uma representação da cidade de São Paulo em forma roqueira. O Ultraje a Rigor, que está completando 30 anso de existência, a pedido do Estadão.com, aceitou o desafio de gravar “São Paulo”, do 365, especialmente para a comemoração dos 458 anos de fundação da capital paulista.  O vídeo você confere aqui:

Fundada em 1983, o 365 foi um dos expoentes da fase final do movimento punk-rock e new wave no país. Com Miro de Melo (bateria), Tiquinho (guitarra), Adauto (baixo) e Oclinhos (vocal), a banda ficou conhecida no circuito undergroud paulista por suas canções de protesto.

Em 1985, a banda passa por uma reformulação com a entrada de Ari Baltazar (guitarra), Mingau (baixo) e Finho (vocal). Com um estilo voltado para o pós-punk, sua música foi intitulada por alguns críticos como rock de combate – e o Combate Rock  sempre aprovou tal rótulo!!!!

Em 1986 é lançado o disco-mix contendo as músicas “São Paulo” e “Canção para Marchar”, a canção “São Paulo” torna-se um grande sucesso e posteriormente um clássico do rock nacional. Com a repercussão positiva, em 1987 lançam seu primeiro álbum homônimo, contendo entre outras músicas, uma versão de “Grândola, Vila Morena”, música do cantor e compositor português Zeca Afonso. A música original foi utilizada, na década de 70, como senha de sinalização durante a Revolução dos Cravos, em Portugal.

A discografia da banda é composta por quatro álbuns, uma coletânea e um compacto com duas músicas em formato EP. O último trabaoho é “Do Outro Lado do Rio”, de 2005. No próximo dia 28 de janeiro fará um show especial no Sesc Belenzinho, na zona leste de São Paulo, para comemorar os 25 anos do lançamento do primeiro álbum.

Tendências:

  • Antonia Fontenelle fala sobre áudio em que critica Otaviano Costa e Flávia Alessandra
  • Atores de 'Liga da Justiça' pedem lançamento de Snyder Cut, versão original do filme
  • Nazismo no Brasil: País tem mais de 300 células que seguem a ideologia