Mito do hard rock, Michael Monroe vem ao Brasil

Estadão

10 de maio de 2012 | 17h00

Juliana Lorencini e Costábile Salzano Jr. – The Ultimate Press
 
Michael Monroe é um Deus do Rock! Pelo menos para os fãs de hard rock e glam/hair metal, o ex-vocalista do HANOI ROCKS, famoso grupo dos anos 80, é tido como uma das principais influências de muitos artistas que até hoje gozam de muito sucesso, incluindo Axl Rose, que o tem como ídolo.O músico lançou no ano passado “Sensory Overdrive”, oitavo álbum de sua carreira solo, e com este trabalho alcançou os primeiros lugares nas paradas européias, além de figurar uma turnê ao lado do Motörhead. Michael também é uma das atrações do popular programa “Voices of Finland”. Recentemente, Monroe foi homenageado com o “Álbum de Rock do Ano” e “Banda do Ano”, durante a Emma Gaala, equivalente ao Grammy finlandês.Apesar de ser uma estrela, em entrevista abaixo, o artista parece não ligar para o glamour, comenta sobre o passado e presente do hard rock e não tem receio em mostrar que está ansioso para tocar pela primeira vez no Brasil. Michael faz única apresentação no Brasil, no próximo dia 25 de maio, na Inferno Club, em São Paulo.

 Após muitos anos de carreira essa é a primeira vez que você vêm ao Brasil. Qual sua expectativa para sua grande estreia por aqui?

 
Michael Monroe: Sinceramente estou muito ansioso para fazer um super show de Rock ‘N’ Roll com uma excepcional e excitante grande vibração positiva. Bons momentos! Você sabe…Além desses anos e de ser um dos ícones do hard rock, por quê você acha que levou tanto tempo para vir ao Brasil?
 
Michael Monroe: Ninguém nunca me convidou para vir ao Brasil antes… E ninguém no passado nunca de fato me empurrou para isso também. Só tenho que agradecer à Dark Dimensions pelo convite e fazer jus por isso.“Sensory Overdrive” é seu oitavo álbum solo, e logo que foi lançado, em 2011, alcançou os primeiros lugares nas paradas européias. Após tantos anos, como você se sente vendo seu trabalho ainda fazendo sucesso, mesmo com um público bem jovem?

 

Michael Monroe: É ótimo ver que mesmo a nova geração ainda aprecia o real e autêntico Rock ‘N Roll uma vez que tenham que ouvir isso. Obviamente isso é atemporal.Neste álbum, você também misturou outros elementos do hard rock e do country. Como surgiu a ideia de inseri-los?

 

Michael Monroe: Isso veio naturalmente quando estávamos gravando. É muito mais legal ter músicas fáceis e “calmas” como “Gone Baby Gone” e “All You Need” para uma mudança de ritmo em um CD ao contrário de algumas baladas bregas e afins.As suas influências durante o processo de composição de “Sensory Overdrive” vieram de coisas mais atuais?
Michael Monroe: Tenho ouvido todo o tipo de coisa como sempre… Se você diz, existiu uma inspiração em particular para esse disco, como um artista ou um estilo… é apenas a minha banda. Isso é o que tenho ouvido, a minha banda. Apenas tendo uma grande banda e caras ótimos para trabalhar é o bastante. Todos nós temos muito das mesmas influências.Desde do HANOI ROCKS você mudou um pouco sua maneira, seu visual. Qual a razão dessa mudança? Tem a ver com fim da banda ou foi algo natural?

 

Michael Monroe: Para mim, é mais natural me vestir como agora, mais simples e não tão cheio de purpurina, etc. Do mesmo jeito que eu fiz quando eu estava em carreira solo depois de ser demitido do Hanoi nos anos 80. Agora sou mais eu.O hard rock teve seu ápice nos anos 80 e 90. Depois disso as bandas e os estilos foram mudando e aquela fase glam passou. A impressão que tenho é de que apenas as velhas bandas de hard rock continuam levando isso adiante. O que você acha disso?

 

Michael Monroe: Acho que todos deveriam fazer mais suas próprias coisas e não seguir a moda ou entrar numa onda. Quanto mais você tem de você mesmo, mais forte você é. Normalmente bandas com substâncias reais tem mais longevidade e atravessam por último quaisquer tipos de fases e modismos.Ainda existem bandas novas fazendo hard rock na sua opinião? Quais bandas da atualidade lhe agradam mais? Alguma se destaca?

 

Michael Monroe: Primeiro o Foo Fighters, embora não ache que eles sejam tão novos. Gosto de Muse também. Existem boas bandas antigas que ainda são ótimas. Como Motörhead, Alice Cooper, John Fogerty… Acabei de ouvir o novo álbum do Nomads que soa ótimo.O HANOI ROCKS serviu de inspiração para muitas bandas de glam e hair metal. Como você vê essa influência? Em algum momento você se sentiu o peso dessa responsabilidade?
 
Michael Monroe: Obviamente que todos os tipos de reconhecimento e imitação são lisonjeantes, mas nesse caso a influência era quase não intencional da nossa parte. Pessoalmente, eu certamente não poderia contar o monte de bandas com cabelos compridos e lápis nos olhos que usaram seus sprays de cabelo melhor do que seus instrumentos e cuja capacidade mental limitou as letras de suas músicas, sendo principalmente sobre festejar e ter garotas.Esse ano você vai participar do “Voice Of Finland”. Como surgiu o convite para o programa?

 

Michael Monroe: O líder e tecladista da banda da casa, Lenni-Kalle Taiper me chamou e explicou o formato. Gostei da ideia de ouvir os cantores primeiro sem vê-los, e o fato que aquelas são pessoas que já cantam muito bem, então existe certamente qualidade. Também, ninguém é julgado ou humilhado. Nós não somos juizes, mas conselheiros e apenas damos criticas construtivas, coragem e força aos cantores. Não é dito a ninguém que eles “não podem cantar” ou “deveriam manter seus empregos atuais”.Como é ser um astro hard rock na Finlândia, país conhecido por outros estilos de música como o Heavy Metal?

 

Michael Monroe: É muito legal morar lá… Para mim de qualquer forma. Não estou certo se eu entendi sua questão, mas sim, existem muitos tipos diferentes de boa música na Finlândia além do heavy metal.Você já cantou ao lado de muitas pessoas, existe alguém ou banda em especial que você queira um dia realizar uma parceria ou show?
Michael Monroe: Adoraria sair em turnê mundial com o Foo Fighters ou Slash, Aerosmith, Alice Cooper, Motörhead etc. Bandas como essas, sabe. Na verdade, abrimos para o Motörhead no Reino Unido por três semanas em novembro do ano passado. Isso foi muito divertido! 
Links relacionados:
http://www.michaelmonroe.com/site/
http://www.facebook.com/michaelmonroeofficial
http://twitter.com/michaelmonroe
http://www.youtube.com/MichaelMonroeTV
http://www.myspace.com/michaelmonroeofficial

Serviço em SP
Dark Dimensions apresenta Michael Monroe no Brasil
Data: 25 de maio (sexta-feira)
Horário: 23h
Local: Inferno Club
Endereço: Rua Augusta, 501 – Consolação
Tel: (11) 3120-4140.
Site: www.infernoclub.com.br
Ingressos:
Pista 1º Lote R$ 80,00 (Promocional Antecipado e Estudante)
Pista 2º Lote R$ 90,00 (Promocional Antecipado e Estudante)
Pontos de Venda: Lady Snake e Rockland (Galeria do Rock)
Venda Online – http://darkdimensions.webstorelw.com.br
Imprensa: (13) 9161.6267

Tudo o que sabemos sobre:

Hanoi RocksMichael Monroe

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.