Metaleiros, uma 'tribo' que não para de crescer

Estadão

06 de maio de 2012 | 12h00

Fazia tempo que a grande imprensa não abordava de forma séria os apreciadores de heavy metal. Geralmente o que se via eram textos e reportagens de TV preconceituosos, cheios de ironia e sarcasmo. O fracasso estrondoso do Metal Open Air, de São Luís (MA), acabou chamando a atenção para o grupo numeroso de fãs de rock pesado.

E o portal da revista Veja produziu um texto interessante, de autoria de Carol Nogueira, sobre o que chamou de “tribo” (clichê que foi uma bola fora, mas nada comprometedora) dos metaleiros, um grupo que cresce cada vez mais a cada ano – uma constatação verdadeira.

Fica aí a dica: metaleiro, ao contrário do que o senso comum não cansa de disseminar, é conservador de certa forma, está cada vez mais longe das drogas, é muito mais fiel ao gênero musical e às bandas que curte, é muito bem informado e tem grau elevado de escolaridade – acima da média do brasileiro – , segundo pesquisas encomendadas por emissoras de rádio e revistas especializadas em rock.

Clique aqui para ler o interessante texto da Veja Online sobre os apreciadores de heavy metal – “A tribo de preto que não para de crescer”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.