Mastodon lança álbum mais pesado e menos progressivo

Estadão

11 de novembro de 2011 | 17h00

Marcelo Moreira

Com certo atraso, a gravadora Warner lança no Brasil um dos grandes álbuns do ano, “The Hunter”, da banda norte-americana Mastodon. Eletrizante, pesado e muito bem tocado, o álbum consolida a banda e o chamado new thrash metal como uma das forças do heavy atual – e, por tabela, dá uma força a bandas que estão em busca de consolidação, como Lamb of God, Cage, Evile, Gama Bomb e até mesmo o Black Tide.

O álbum anterior, “Crack the Skye”, de 2009, já trazia novos elementos sonoros, ao mesmo tempo em que abandonava, mesmo que aos poucos, a veia progressiva que dominou os trabalhos anteriores. “The Hunter” ameniza ainda mais essa tendência, apostando mais em uma linha stoner metal, ora caindo para o doom.

A produção de Mike Elizondo está mais cristalina e ressaltou as linhas de guitarra inventivas de Bill Kelliher. Fica claro que o Mastodon é uma banda de riffs, deixando para trás um certo clima de jam – o que não era ruim, diga-se de passagem. Ainda é possível observar algumas pegadas psicodélicas, mas fica claro que o Mastodon prioriza cada vez mais o peso. Escute com atenção “Blasteroid”, “The Hunter” e “Stargasm” e aprecie uma verdadeira aula de metal moderno.

Se você quer um rock pesado diferente do que está aí no mercado, com inovação e inventividade, o novo do Mastodon com certeza vai agradar.

Tudo o que sabemos sobre:

Mastodon

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: