Mais uma festa do metal extremo em São Paulo

Estadão

09 de julho de 2013 | 08h15

do site A Ilha do Metal

 

A Dark Dimensions traz grandes nomes da música pesada na terceira edição do Extreme Hate Festival, contando com Marduk (Suécia), Suffocation (E.U.A), Vader (Polônia), Sinister (Holanda) e Unearthly (Brasil).Para saber mais sobre o retorno do festival, que teve duas edições em 2008 e 2009, convidamos o produtor Marcos Paulo para uma rápida entrevista onde comenta sobre a história do festival, a escolha do cast e momentos marcantes na história da Dark Dimensions

Acompanhe:

AIM:O Extreme Hate Festival retornou como grande canditato a figurar entre os melhores eventos do ano. Quais as expectativas da produtora com este festival?

Marcos Paulo: A expectativa é a melhor possível,estamos com uma grande procura de ingressos e com certeza será um sucesso, a intenção é fazer uma edição por ano.

AIM: Anteriormente foram realizadas outras duas edições do evento, com Dismember (2008) e Sinister (2009) e desde então não teve continuidade.O que levou a produtora a retomar o festival em 2013?

Marcos Paulo: Depois de 2009 planejamos duas edições para o festival,tivemos problemas com algumas pessoas que jogaram sujo e atravessaram algumas bandas que estávamos fechando,então começamos a planejar tudo com calma e conseguimos voltar com a 3 edição em 2013.

extremehate_sinister

Segunda edição em 2009 com Sinister

AIMO Line UP do evento conta com Marduk, Suffocation, Sinister, Vader e Unearthly.Como ocorreu a escolha das bandas para a edição do festival deste ano?

extreme internet

Edição de 2013 marca o retorno do festival.

Marcos Paulo: A ideia do festival é trazer 4 bandas internacionais e 2 bandas nacionais, nesta edição estamos contando com apenas uma, os cariocas do unearthly que é uma das principais bandas do cenário nacional, o Sinister como trabalhamos com eles em 2009 era uma promessa colocarmos os caras de novo na próxima edição do festival, sobre o Marduk, Suffocation e o Vader consideramos uns dos principais representantes do metal extremo por isso a nossa escolha

AIMA Dark Dimensions trabalha com grandes nomes do Rock/Metal.Qual dos shows organizados pela produtora você consideraria histórico?

Marcos Paulo: Sim a produtora esta comemorando 12 anos, eu particularmente gostei muito do show do Rob halford ( Vocalista do Judas priest ) e do Extreme Hate Festival 1 edição que teve a presença dos suecos do Dismember, foi memorável, pena que a banda acabou.

AIMCada vez mais produtores “picaretas” vem sendo descobertos no Brasil.Voce acha que as bandas estão pensando duas vezes antes de colocar o Brasil em sua rota?Isso já prejudicou a Dark Dimensions em alguma negociação com as bandas?

Marcos Paulo: Sim infelizmente picaretas é o que não falta no Brasil e América do Sul, gente lavando dinheiro, gente fazendo festival, cancelando e não devolvendo o dinheiro do público, infelizmente isso acontece , o povo tem que ficar atento e sempre acompanhar quem esta produzindo os show para não perder o seu próprio dinheiro.

AIMEm sua opinião, o que falta para uma maior qualidade nos eventos organizados no Brasil?

Marcos Paulo: Eu acho que não falta qualidade no Brasil, acho que falta um pouco mais de seriedade, em termos de produção não deixamos nada a desejar, pelo menos no meu ponto de vista, o público tem que prestigiar mais.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.