Lou Reed ao vivo e em livro

Estadão

06 de novembro de 2010 | 15h36

Marcelo Moreira

Ele é um dos poucos, muito poucos que chegam perto de Bob Dylan e Pete Townshend (The Who) na qualidade das letras de suas músicas. Enquanto Dylan é um poeta de ótimos recursos, o segundo é um fascinante cronista com pleno domínio da língua inglesa. Lou Reed, cantor e guitarrista que se apresenta em São Paulo neste mês, fica no meio termo: é um bom cronista e tem talento quase ilimitado para a poesia.

“Atravessar o Fogo – 310 Letras de Lou Reed”, é um achado que está nas livrarias do Brasil atualmente. É um livro grosso, mas fundamental para se entender o processo criativo lírico de um grande artista do rock. A obra é uma empreitada interessante de dois críticos, Christian Schwarz e Caetano Galindo.

À frente do Velvet Underground, Reed “trouxe dignidade, poesia e rock and roll a temas como as drogas pesadas, as anfetaminas, a homossexualidade, o sadomasoquismo, o assassinato, a misoginia, a passividade entorpecida e o suicídio”, nas palavras do crítico musical Lester Bangs, com quem mantinha uma notória relação de amor e ódio.

Bangs foi um dos mais ácidos críticos em um tempo em que a crítica musical estava no mesmo patamar da crítica literária nos Estados Unidos.

Em Atravessar o fogo, é possível contemplar o gênio de Lou Reed em suas múltiplas facetas: o cronista do submundo nova-iorquino, o narrador de inegável talento para capturar as vozes das ruas, o fetichista depressivo com tendências suicidas e masoquistas, o amante da literatura e das artes de vanguarda, segundo texto de apresentação que a editora Companhia das Letras elaborou para este excelente lançamento

Lou Reed toca no Brasil nos dias 20 e 21 de novembro, no Sesc Pinheiros, em São Paulo. O cantor e guitarrista, ex-Velvet Underground foi confirmado na programação da Mostra Sesc de Artes deste ano. O preço dos ingressos varia entre R$ 10 a R$ 40. As vendas começam a partir de segunda, 1, nas unidades do Sesc.

Denis Balibous/Reuters - Arquivo

Denis Balibous/Reuters – Arquivo

 Após cancelar sua participação da  Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) deste ano, o músico promove no Brasil o álbum Metal Machine Music, acompanho dos músicos Ulrich Krieger e Sarth Calhoun. O trabalho experimental é focado na sonoridade da guitarra, misturada a ruídos e distorções. Na época de seu lançamento, em 1975, foi recolhido das lojas. Este ano, foi remasterizado e relançado.

Lou Reed toca no mesmo fim de semana em que dezenas de bandas se reúnem para o Festival Planeta Terra, no sábado, 20, entre elas Phoenix, Smashing Pumpkins, Hot Chip e Pavement. O roqueiro também divide as atenções com o ex-beatle Paul McCartney, que faz a sua primeira apresentação no estádio do Morumbi no domingo, 21.

Atrações

A mostra também confirmou show da dupla dinamarquesa Raveonettes, no dia 19 de novembro, no Sesc Pompeia, com ingressos entre R$ 8 a R$ 32. Outro destaque da programação será o show do mestre do soul Gill Scott-Heron, no dia 28 de novembro, no Sesc Interlagos. Confira as atrações no site www.sescsp.org.br/sesc

Metal Machine Trio, com Lou Reed – Sesc Pinheiros (r. Paes Leme, 195, Pinheiros). 20 e 21 de novembro. Sábado, às 21h30, domingo, às 18h30. Ingressos de R$ 10 (sócios) a R$ 40. Ingressos à venda a partir de 1 de novembro, nas unidades do Sesc